Nota 10

Joca Monteiro, contador de histórias, fazedor de livros

Artista e educador que conscientiza e humaniza contando as coisas da sua terra e do jeito da sua gente, Joca Monteiro tem um modo bastante peculiar de valorizar as estórias dos diferentes povos e etnias que compõem a sociedade amapaense e amazônida.

Compartilhe:

Célio Alício
Redação

Na terça-feira  (12) o ator, diretor, produtor, palhaço, professor, contador de “causos e estórias” Joca Monteiro divulgou seus trabalhos e falou da sua carreira na arte e na educação à jornalista Ana Girlene e seus ouvintes do programa “Café com Notícia

Nascido Josias Monteiro e conhecido no mundo da arte como Joca Monteiro, talento amapaense que além de artista e professor, também produz artesanalmente, divulga e comercializa informalmente seus livros através de espetáculos, feiras, festivais, entre tantas outras andanças que ele empreende por todo o Amapá e outros lugares do Brasil  de  Palhaço, professor, ator, multifacetado, contador de histórias, Josias Monteiro, além de professor  conhecido como Joca, de 37 anos, produz livros artesanalmente fabricados com material de alta qualidade. Os livros são de grande durabilidade e resistentes a água, uma forma também de se lidar com clima quente e úmido amazônico. Eles vem numa embalagem charmosa e colorida, ideal para os apaixonados por leitura, e são vendidos a R$20.

“Vamos contar e valorizar nossas histórias. O trabalho é todo ele autoral. Eu escrevo, produzo, ilustro e ainda conto com o apoio fundamental do meu pai, dos meus irmãos, enfim, de toda a minha família. A receptividade do público tem sido algo fantástico, andei por todo o estado, lancei os livros em municípios como Oiapoque e Laranjal do Jari”, participei de eventos em outros estados e não perco nenhuma chance de divulgar esse trabalho maravilhoso e que me traz muita alegria”, disse o artista.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *