Última hora Polícia Política Cidades Esporte
Nota 10

Jovens cientistas treinam lançamento de foguetes no Bioparque da Amazônia

A programação tem o intuito de incentivar os jovens pelo interesse em astronáutica, física, astronomia e ciências afins.


O incentivo à produção científica movimentou o Bioparque da Amazônia nesta sexta-feira (6) e sábado (7). Os jovens cientistas aprendizes do Instituto Nacional Leva Ciência participaram de um treinamento de lançamento de foguetes artesanais. Os guardas-parques supervisionaram a atividade realizada no Biocamping, uma área segura para a biodiversidade e os animais que moram na unidade.

A programação tem o intuito de incentivar os jovens pelo interesse em astronáutica, física, astronomia e ciências afins. Todos os aprendizes que integram o instituto são de escolas públicas do Amapá. A difusão dos conhecimentos básicos de forma lúdica e cooperativa preparará os jovens para a Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG), organizada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), em parceria com a Agência Espacial Brasileira (AEB).

Na área apropriada para a atividade, com mais de 150 metros de distância, os alunos receberam orientações de professores e instrutores no que diz respeito ao desenvolvimento dos lançamentos. No espaço, foi montada uma estrutura artesanal de base para os foguetes, feitos com materiais e combustíveis distintos. A confecção aconteceu ao longo de quatro semanas anteriores ao teste, durante oficinas na sede educação empreendedora do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Amapá (Sebrae).

‘’Trabalhamos com três tipos de foguetes artesanais para diferentes níveis, que variam conforme as séries dos estudantes. Os foguetes do nível 1 e 2, são produzidos com papel-alumínio. Do nível 3, usamos o impulso do ar comprimido, utilizando a montagem com garrafa pet e as arestas feitas de pastas recicladas. Do nível 4, usamos o mesmo anterior, mas com a propulsão promovida com vinagre e bicarbonato de sódio’’, explica a diretora do Instituto Leva Ciência, Danielle Brito.

 

Leva ciência
O Instituto Nacional Leva Ciência é idealizado pelo programa Amazon Scientists, patrocinado pela Embaixada dos Estados Unidos, e tem como instrutores os professores Caroline Campos e Cássio Renato. Além da parceria com o Ministério Público do Amapá, Sebrae e Prefeitura de Macapá, por meio do Bioparque da Amazônia.


Comente