Nota 10

Mais de 3 mil pessoas foram ao Museu Sacaca este fim de semana em busca de atendimentos de saúde e lazer.

Os serviços oferecidos gratuitamente alertaram a população sobre as práticas que contribuem para uma vida saudável. Foram realizados mais de 3 mil atendimentos.

Compartilhe:

O Museu Sacaca, tão acostumado a receber a população para os momentos de lazer, abriu as portas neste fim de semana para o atendimento à saúde. Durante toda a manhã de sábado foram realizados exames laboratoriais, palestras educacionais, consultas com especialistas, além de orientações de alimentação saudável e prática de atividades físicas. Foram mais de 3 mil atendimentos gratuitos oferecidos pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).

 

Esta foi a primeira vez que a Sesa realizou uma atividade em parceria com o museu Sacaca. A intensão, segundo a secretária adjunta de Atenção Básica a Saúde, Helly Góes, foi oferecer à população, formas de prevenção, não somente através de consultas e exames, mas também práticas de lazer simples do dia-a-dia, num ambiente onde, além dos serviços de saúde, as pessoas pudessem passear com a família.

 

A secretária, destaca a importância de aliar saúde e lazer, para evitar o agravamento de doenças que causam a internação desnecessária, sofrimento e mortalidade. A boa alimentação, aliada a prática de exercícios e uma higiene mental que ajudem a aliviar o stress, podem ser um excelente remédio para controlar doenças como a diabetes, hipertensão, obesidade, doenças vasculares e o próprio câncer.

A estudante Brenda Santos, de 18 anos, foi ao museu para realizar consulta oftalmológica, e aproveitou para levar os irmãos e amigos. Juntos também participaram dos passeios e outras atividades de lazer. Ela disse que foi ao museu Sacaca apenas para se consultar, mas ficou encantada como o local. Além dos serviços de saúde também aproveitou para conhecer um pouco mais da cultura do Estado e a importância de levar uma vida saudável.

 

Durante a ação de saúde, que durou toda a manhã de sábado, a Sesa ofertou serviços de aplicação de flúor, massoterapia, acupuntura clínica, sistêmica e auriculoterapia, verificação da pressão arterial, teste de glicemia, testes rápidos de HIV, sífilis e hepatite e distribuição de preservativos, exames de análises clinicas. O resultado dos exames será entregue na terça-feira, 14, no Hospital de Clinicas Dr. Alberto Lima (Hcal).

Foram realizadas também, consultas com clínico-geral, pediatra, oftalmologista, otorrino, psicólogo, psiquiatra e orientações com nutricionista, assistente social, avaliação com fisioterapeuta, palestras educacionais de hipertensão, diabetes e o processo de saúde, além de terapias como biodança e ginástica laboral.

 

O museu Sacaca ficou com a parte de lazer por meio de visita turística mediada, exposição de plantas medicinais, oficinas de chás e zumba. A programação foi organizada para comemorar o Dia Nacional da Saúde, celebrado no dia 5 de agosto. E, também, para alertar a população quanto às práticas e métodos de prevenção para uma vida saudável e, combate ao sedentarismo.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *