Nota 10

Programação marca os 17 anos da Exposição a Ceu Aberto do Museu Sacaca

Com uma área de 20 mil metros quadrados, Museu Sacaca retrata a vida do povo amazônida

Compartilhe:

O Governo do Amapá realiza na sexta-feira, 5, uma programação alusiva aos 17 anos da Exposição a Céu Aberto do Museu Sacaca e a um ano do Memorial Sacaca. A programação acontecerá das 9h às 17h com produção e degustação de alimentos regionais e atividades pedagógicas e culturais.
Oficina de chás e exposição de plantas medicinais, contação de estórias, exposição de artefatos e danças indígenas, performance “Teatro da Parteira”, exibições de vídeos que retratam a vida dos regateiros, dentro do “Regatão”, durante um passeio na embarcação, e um documentário sobre o Mestre Sacaca estão entre as atividades.

O público também poderá acompanhar todo o processo de produção e degustar dos alimentos típicos da região como a farinha de mandioca e tucupi, que serão produzidos na Casa da Farinha. Na Casa do Ribeirinho será feito o preparo e degustação do açaí. Já na Casa do Castanheiro terá comercialização de produtos da castanha. Todos os ambientes compõem o ‘Museu Vivo’, que mostra o modo de vida das comunidades e seus costumes, valorizando seus conhecimentos tradicionais.

Memorial Sacaca
O Memorial Sacaca é uma vitrine que reúne objetos do acervo pessoal de Raimundo dos Santos Souza, o Mestre Sacaca. Inaugurado no dia 22 de março de 2018, pelo Governo do Estado do Amapá, o Memorial tem em seu acervo réplicas e peças originais como: fantasias de Rei Momo, adereços, tambores de marabaixo, livros de sua autoria, certificados de honra ao mérito, premiações conquistadas ao longo de sua carreira como desportista, registros fotográficos, um quadro doado pelo artista plástico Augusto Leite e utensílios usados para suas atividades de ciência caseira com as ervas medicinais da Amazônia.

Neste um ano de Memorial Sacaca, o Museu registrou em seus livros, 5900 visitantes entre alunos, turistas de várias regiões do Brasil e do mundo e organizações governamentais e não governamentais.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *