Nota 10

Semana da Consciência Negra 2020 terá apresentações culturais transmitidas pela internet

Grupos e comunidades serão credenciados através de edital já publicado pelo Governo do Estado. As inscrições encerram no dia 16 de novembro.

Compartilhe:
A semana da Consciência Negra 2020 terá programação diferenciada devido à pandemia do novo Coronavírus. A programação terá apresentações ao vivo através de lives que serão transmitidas pela internet, a exemplo do que já vem acontecendo em outros eventos culturais fomentados pelo Governo do Estado, que executa o evento através da Secretaria Extraordinária de Políticas para Afrodescendentes (Seafro) e de Cultura (Secult), com apoio de outros órgãos de governo.

As comunidades (atrações) que irão se apresentar serão credenciadas e habilitadas através de edital específico (chamada pública), já publicada pela Secult. Serão incluídos nesse credenciamento grupos de segmentos e expressões culturais como Batuque, Marabaixo, Zimba, Capoeira, povos de terreiro, dentre outros.

O grande diferencial será as apresentações dos grupos pela internet. As transmissões online devem ocorrer em datas e horários definidos previamente pela comissão organizadora responsável pela programação. Todas estão divididas por segmento e modalidades no edital.

As inscrições iniciaram no dia 28 de outubro e seguem até o dia 16 de novembro. Depois das fases de habilitação e recursos, a previsão é que a assinatura de contratos ocorra até o dia 27 de novembro e o repasse de recursos até a data-limite de 31 de dezembro.

“Este é um ano atípico, no qual todas as regras estabelecidas pelas autoridades no que diz respeito à pandemia devem ser seguidas. A programação da Semana da Consciência Negra e sua vertente cultural será seguindo esse novo normal”, assinala o secretário da Seafro, Aluizo de Carvalho.

A tradicional Missa dos Quilombos, que acontece em 20 de novembro (dia da Consciência Negra) será presencial, mas com número de participantes limitado e com transmissão virtual, com horário e local ainda a serem divulgados. Sobre a escolha das atrações, detalhes como inscrição, documentos necessários e outros, podem ser conhecidos no edital, já disponível no site: secult.portal.ap.gov.br/publicacoes.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *