Última hora Polícia Política Cidades Esporte
Nota 10

Surpresa e emoção: após 29 anos atuando no 1º BPM, subtenente é homenageado pela tropa

O subtenente Albuquerque prestou 29 anos e seis meses de serviço à sociedade amapaense através do 1º BPM, que atua na área sul da capital.


Da Redação
Railana Pantoja

 

A manhã desta sexta-feira (29) tinha tudo para ser mais um dia comum na vida do subtenente Albuquerque. Após 12h de atividade nas ruas, o policial militar chegava à sede do 1º Batalhão da Polícia Militar do Amapá (PMAP), na zona sul, para entregar o serviço mais uma vez, como fez ao longo de 29 anos e seis meses na corporação.

Mas, o que parecia ser apenas mais um dia de trabalho, virou momento de emoção para o subtenente. Chegando ao batalhão, o policial foi recebido pela tropa com uma surpresa para celebrar a entrada do subtenente na Reserva Remunerada (RR) da PMAP.
Após o policial desembarcar da viatura, a tropa prestou continência e o comandante do 1º BPM, tenente-coronel Trajano, homenageou o militar.

“Estamos passando por um momento de transição no batalhão, mais de 30 policiais este ano já foram para a reserva remunerada, e hoje é a vez do subtenente Albuquerque, um dia especial após quase 30 anos de serviço. E eu gostaria de estender a todos que foram, ou estão indo agora em dezembro para a reserva, o meu respeito e admiração em nome da tropa. Vocês, senhores, são fundamentais na história do Batalhão Tigre”, disse o comandante do 1º BPM, tenente-coronel Trajano.

A surpresa e a emoção para o subtenente ficaram maiores quando ele viu que a família também o aguardava no batalhão para recepcioná-lo.

“Coração está a mil, fiquei realmente muito surpreso e esperava que viesse uma homenagem mais à frente, como sempre é feito. Eu digo que na vida militar a gente vai para a reserva, mas não esquecemos da profissão jamais. Vou levar para a vida civil esses quase 30 anos de rua. Estou muito emocionado, a voz quase não sai”, agradeceu o subtenente Albuquerque.

Próximos passos
Albuquerque cumpriu o último serviço operacional e agora vai passar mais seis meses no setor administrativo da PMAP, para “desacelerar” e então curtir a família e a Reserva Remunerada (RR). Sendo subtenente, o PM entrará para a RR como 2º tenente, já que a aposentadoria vem com uma patente acima da que o militar está.


Comente