Polícia

Adolescente executado no Nova Esperança pode ter sido morto por engano, diz polícia

Vítima, de 16 anos, pode ter sido morta no lugar do irmão que tem envolvimento com o crime, segundo revelou polícia.

Compartilhe:

O adolescente Luan da Costa Gonçalves, de 16 anos, foi executado a tiros na noite de domingo (19) próximo a um comércio localizado na Rua Secundino Campos, bairro Nova Esperança, zona sul de Macapá. Dois homens que estavam em uma motocicleta de cor preta são suspeitos de envolvimento no crime.

Segundo informações iniciais da polícia, a vítima estaria em frente a um bar assistindo a uma partida de futebol na televisão. Assim que deixou o local, os bandidos surgiram rapidamente. Luan foi alvejado nas costas e rosto com pelo menos quatro tiros.

 

Engano

Pelo que foi apurado pela polícia, o adolescente pode te sido morto por engano. O alvo seria o irmão dele que tem envolvimento com crimes. “Apuramos que a vítima era estudante, não tinha passagem pela policia e era considerada uma pessoa de bem. Ocorre que o irmão dele tem envolvimento com crimes e várias passagens pela polícia. Inclusive, testemunhas relataram que o atirador teria chamado pelo nome do irmão desse adolescente antes de atirar. Como eles [irmãos] são muito parecidos fisicamente, a suspeita é de que esse rapaz tenha sido confundido e morto por engano”, disse o tenente PM Elison, do 6º Batalhão de Polícia Militar (1º BPM).

A polícia recolheu imagens de câmeras de segurança na região para tentar identificar os suspeitos. O corpo do adolescente foi removido para o Departamento de Medicina Legal (DML) da Polícia Técnico-Científica (Politec) para ser necropsiado.

Reportagem e fotos: Jair Zemberg
Texto: Elden Carlos

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *