Polícia

Criminoso é preso após fazer reféns duas funcionárias de farmácia

Ediclei Correa, de 20 anos, foi flagrado por policiais militares quando se preparava para assaltar uma farmácia no bairro Congós.

Compartilhe:

Elden Carlos
Editor-chefe

 

Um criminoso identificado como Edclei Correa de Freitas, de 20 anos, foi preso na tarde desta segunda-feira (11) após ter feito duas funcionárias de uma farmácia reféns no bairro Congós, zona sul de Macapá. De acordo com o comandante do Batalhão de Operações Especiais (Bope) tenente-coronel Kleber Silva, a crise iniciou por volta de 14h20.

“Como todos sabem, o policiamento foi intensificado no bairro Congós com emprego de viaturas de outros batalhões. Uma equipe do 2º Batalhão de Polícia Militar realizava o patrulhamento quando avistou o suspeito no interior da farmácia. Quando os militares desembarcaram, o criminoso tomou as duas funcionárias como reféns. Houve o isolamento da área e acionamento do Bope. Montamos o teatro de operações, iniciando o processo de negociação”, declarou o comandante.

 

O início das negociações foi tenso, mas os negociadores do Bope conseguiram acalmar o perpetrador da crise. Durante o processo, os militares apresentaram uma irmã do assaltante. Com isso, ele libertou uma das funcionárias.

Em seguida, com a chegada da esposa dele, a segunda refém foi libertada. “Após libertar a segunda vítima o assaltante baixou a arma e se rendeu. Ele tem passagem por roubo (Art.157) e estava no regime domiciliar, mas com o benefício da lei ele voltou a reincidir”, concluiu Kleber Silva.

Com o assaltante os policiais apreenderam o revólver calibre 38. Ediclei, que é morador do bairro Marabaixo III, na zona oeste, estava morando há alguns dias no bairro Congós. A polícia vai levantar o possível envolvimento dele com facções.

 

O criminoso foi levado para o Centro Integrado em Operações de Segurança Pública (Ciosp) Pacoval, onde ocorreu o indiciamento.

Reportagem e fotos: Jair Zemberg

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *