Polícia

Criminoso é preso após manter família refém por seis horas

Caso iniciou na noite de quinta-feira (14) no bairro Novo Horizonte, onde seis pessoas de uma família foram refém. A crise encerrou na madrugada desta sexta-feira (15).

Compartilhe:

Elden Carlos
Editor-chefe

 

O assaltante Juab de Aquino Brito, de 24 anos, foi preso na madrugada desta sexta-feira (15) após manter uma família refém por seis horas no bairro Novo Horizonte, zona norte de Macapá. De acordo com o sargento Silva Pereira, do 2º Batalhão de Polícia Militar (2º BPM), a ocorrência iniciou por volta de 20h de quinta-feira (14) quando Juab e mais dois comparsas, identificados como Lucio Gonçalves dos Santos e Marcos Ferreira Barbosa, ambos de 19 anos, realizaram uma tentativa de roubo próximo à Unidade Pronto Atendimento (UPA) Novo Horizonte.

“Após receber a ocorrência, via rádio, iniciamos as buscas, localizando o carro Gol, de cor branco, onde os suspeitos estavam. Ao realizar o procedimento de abordagem eles empreenderam fuga. Foi feito o acompanhamento tático e na Avenida Hermes Monteiro da Silva houve a interceptação do automóvel. Dois ocupantes se renderam, mas o terceiro correu para uma residência onde rendeu a família que fazia a venda de comidas na garagem”, disse o sargento.

O Batalhão de Operações Especiais (Bope) foi acionado para comandar o processo de negociação. Quatro pessoas, incluindo um bebê de 1 ano, foram libertadas. “Foi um gerenciamento de crise extremamente complexo. O perpetrador estava muito alterado e falava o tempo todo em matar as vítimas e tirar a própria vida, mas com a destreza dos nossos negociadores os ânimos foram se acalmando e ele acabou se rendendo”, disse o comandante do Bope, tenente-coronel Kléber Silva.

Com Juab a polícia apreendeu um revólver calibre 357. Uma das vítimas, um menino de 12 anos, emocionado, abraçou os negociadores agradecendo pelo trabalho. “São heróis de verdade”, resumiu a criança.


Juab e os comparsas foram levados para o Centro Integrado em Operações de Segurança Pública (Ciosp) Pacoval, onde ocorreu o indiciamento.

Reportagem e fotos: Jair Zemberg

 

 

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *