Polícia

Curso de inteligência no Amapá quer padronizar linguagens policiais entre estados

Parceria entre o Governo do Amapá e o Ministério da Justiça vai capacitar profissionais de 15 unidades federativas em gestão e operações policiais.

Compartilhe:
O Governo do Amapá em parceria com o Ministério da Justiça vai promover o “Curso de Metodologia da Produção de Conhecimento”, voltado para núcleos de inteligência da segurança pública. A capacitação vai iniciar na segunda-feira, 21, e seguirá até sexta, 25.

Vão participar 35 representantes das polícias Federal, Civil, Militar e Rodoviária Federal, como também do Corpo de Bombeiros Militar. Dessas vagas, 17 são do Amapá, que sedia o curso na Secretaria de Estado da Justiça e Segurança Pública (Sejusp).

Os demais profissionais vêm de Alagoas, Amazonas, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Pernambuco, Paraná, Rondônia, Roraima, Sergipe e São Paulo.

Segundo o coordenador do curso, Adenilton Pelaes, da Sejusp, o objetivo é padronizar a linguagem em gestão e operações policiais, e, assim, gerar resultados positivos, e viabilizar um intercâmbio de informações entre os estados brasileiros.

“O curso aborda várias etapas, como a de levantamento de dados, de análise e a produção, que, em cima de uma informação, o profissional vai gerar um conhecimento para tomada de decisão dos gestores”, falou.

Da cerimônia de abertura, às 9 da segunda-feira, vão participar o titular da Sejusp, o coronel Carlos Souza, e o secretário-adjunto do Ministério da Justiça, José Washington Luiz Santos.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *