Polícia

Detento do regime aberto domiciliar é executado no São Lázaro

Homem teria sido atraído por uma mulher para uma ‘casinha’. Ele foi morto com tiros na cabeça. Polícia acredita em possível acerto de contas.

Compartilhe:

Tendo passagens pela polícia por crimes como furto, roubo, receptação e tráfico de drogas, Luan Cordeiro Teixeira, de 30 anos, o ‘Luan’, que havia deixado Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen), em novembro do ano passado e estava no regime aberto domiciliar, foi executado com dois tiros na cabeça na noite de terça-feira (07) em frente à residência onde ele morava, na Avenida Pantaleão Gomes de Oliveira, bairro São Lázaro, zona norte de Macapá.

 

Testemunhas relataram à polícia que uma mulher chegou ao imóvel por volta de 19h30 e chamou pelo nome de Luan. Ele saiu da casa e os dois teriam atravessado a rua. Nesse momento, dois homens se aproximaram e encurralaram a vítima que acabou alvejada.

Os dois assassinos e a mulher correram em seguida, tomando rumo ignorado. A polícia apura o possível apoio logístico de um carro na ação. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e constatou o óbito no local.

“Ao que parece ele foi atraído para uma ‘casinha’. A vítima tinha envolvimento com o crime e sua morte pode ter sido um acerto de contas. Foram encontradas porções de drogas em um dos bolsos da bermuda. As informações, por enquanto, ainda estão sendo devidamente apuradas”, disse o delegado César Ávila, da Delegacia Especializada em Crimes Contra Pessoa (Decipe).

O corpo foi removido para o Departamento de Medicina Legal (DML) da Polícia Técnico-Científica (Politec) para ser necropsiado.

Reportagem e fotos: Jair Zemberg

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *