Última hora Polícia Política Cidades Esporte
Polícia

Envolvido com tráfico de drogas morre em confronto com a PM

Um indivíduo de 20 anos, envolvido com o tráfico de drogas, morreu em troca de tiros com a Polícia Militar.


Jair Zemberg

 

Por volta das 11h desta terça-feira (21), uma equipe do 2° batalhão da polícia militar estava em patrulhamento quando os policiais foram informados por uma pessoa em via pública de que um grupo de indivíduos estaria em um local, vulgarmente conhecido como ‘ponte da moinha’, no bairro Novo Horizonte, zona norte de Macapá, comercializando e consumindo entorpecentes, e também estavam exibindo armas de fogo.

De posse das informações, os policiais foram para o local informado, onde logo avistaram vários indivíduos se dispersando por área de ponte. Os policiais fizeram o cerco na tentativa de abordar os suspeitos, mas aparentemente todos haviam conseguido fugir. No entanto, os policiais foram surpreendidos por disparos de arma de fogo vindos do interior de uma casa. Cautelosamente, os militares fizeram o adentramento à residência, foi quando ouviram mais tiros e revidaram, alvejando o indivíduo.

Foi acionado o socorro de urgência, e com a chegada de uma equipe de bombeiros militar e uma equipe do SAMU ao local, foi constatado o óbito do infrator de nome Robert Junior Silva da Costa, de 20 anos.

Com o criminoso que tombou morto no confronto, os policiais apreenderam R$ 279 em espécie, uma balança de precisão, e também apreenderam considerável quantidade de entorpecentes dos tipos maconha, crack e cocaína, além de um revólver calibre 38, com duas munições deflagradas e duas munições intactas.

Segundo informações policiais, a ponte da moinha é uma área conhecida pelo alto índice de criminalidade, troca de tiros entre organizações criminosas, troca de tiros com a polícia e tráfico de drogas. Ainda segundo informações policiais, neste local um policial militar do BOPE já foi ferido na perna por disparos de arma de fogo.

Os policiais apresentaram a ocorrência ao Delegado de plantão no CIOSP do Pacoval.


Comente