Polícia

Homem incendeia residência e diz que vontade era que “esposa e filha estivessem dentro”

Companheiro ateou fogo em residência e afirmou para esposa que vontade era que ela e a filha estivessem dentro da casa. Ele está foragido. Jovem de 19 anos e a menina de 1 ano perderam tudo.

Compartilhe:

Lauanda Pinheiro Rocha, de 19 anos, e a filha, de 1 ano e 5 meses, escaparam da morte no início da madrugada desta quarta-feira (13) depois que o companheiro dela, identificado como Cleberson Macedo da Silva, de 21 anos, ateou fogo no imóvel do casal, localizado em área de ponte no final da 13ª Avenida do bairro Congós, zona sul de Macapá.

 

A jovem disse que o casal vinha enfrentando problemas no relacionamento, inclusive, com histórico de agressões por parte dele, e que na noite de terça-feira (12) o amásio teria ido a um aniversário depois de sair do trabalho. “Umas sete horas da noite eu liguei perguntando onde ele estava. Ele respondeu que estava na casa de uma tia comemorando o aniversário dela. Em seguida, passei mensagem dizendo que não iria dormir em casa, e que estava indo pra casa da minha mãe. Ele chegou lá um pouco depois da meia noite me pedindo a chave de casa e fazendo ameaças”, declarou a mulher.

Lauanda relatou que após isso, Cleberson foi até o imóvel do casal e momentos depois retornou. “Eu vi quando ele voltou pela ponte e fui atrás dele pedir as chaves. Foi quando ele pra eu ir pegar em casa. Em seguida, minha vizinha chegou correndo avisando que o imóvel estava em chamas. O Cleberson ainda afirmou que a intenção dele era incendiar a casa comigo e minha filha dentro”, disse a mulher.

 

A casa – em madeira – foi consumida rapidamente pelas chamas. Os vizinhos não conseguiram salvar nenhum móvel ou eletrodoméstico. A mulher foi ao Centro Integrado em Operações de Segurança Pública (Ciosp) Pacoval, onde registrou a ocorrência. Cleberson fugiu após o crime. Lauanda está precisando de roupas, calçados e alimentos, além de objetos como cama, ventilador para poder recomeçar a vida.

 

Confira o depoimento de Lauanda Pinheiro

 

Reportagem e fotos: Jair Zemberg

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *