Polícia

Investigados por tráfico, roubos e assassinatos morrem durante intervenção policial

Criminosos eram conhecidos por envolvimento com o tráfico de drogas, roubos e assassinatos.

Compartilhe:

Três homens foram mortos na noite de terça-feira (7) durante uma intervenção policial na Avenida Padre Júlio, Centro de Macapá. Os elementos estavam no interior de um carro que estaria sendo acompanhado taticamente pelo Batalhão de Operações Especiais (Bope).

 

De acordo com o subcomandante do Batalhão de Operações Especiais (Bope), major PM Kleber Monteiro, as equipes estavam em patrulhamento pelo Centro comercial quando se depararam com os suspeitos, dando início ao acompanhamento tático.

 

“Na altura da rua Cândido Mendes os policiais emitiram sinais sonoros e de luzes dando ordem de parada., porém, os elementos ainda tentaram fugir, mas foram interceptados. Ao desembarcar da viatura e se aproximar do veículo suspeito foi notado que os elementos estavam apontando as armas, momento em que houve a ação dos policiais para resguardar a integridade da equipe. Foi pedido o socorro médico e eles foram encaminhados ao Hospital de Emergências de Macapá (HEM), onde fomos informados dos óbitos”, explicou o subcomandante do Bope.

 

O major disse que com os três ocupantes do carro foram encontradas três pistolas, sendo uma calibre 380 e duas calibre Ponto 40, além de vários carregadores. O motorista do veículo foi identificado como Sear Jasub de Souza Vaz. Os outros dois são Alisson Ruan Dias Viegas, de 23 anos, e Diogo Nunes Brazão, de 20 anos, o ‘Neguinho da Balada’.

Segundo informações iniciais da polícia, Alisson e Neguinho da Balada vinham cometendo uma série de assaltos e estavam sendo investigados por suposto envolvimento em várias mortes recentes na capital, inclusive, a de uma mulher, ocorrida na semana passada no bairro Jardim Felicidade I, onde a vítima foi torturada antes de ser executada. Eles fizeram uma foto ostentando as armas momentos antes do crime. As imagens acabaram viralizando nas redes sociais. Eles tinham ligação com o tráfico de drogas e eram apontados como líderes de uma facção criminosa.

 

Eles também estavam sendo investigados por suposto envolvimento em um assalto registrado na tarde desta terça-feira (7) contra um correspondente bancário no Centro da capital. Os corpos dos elementos foram removidos para o Departamento de Medicina Legal (DML) da Polícia Técnico-Científica (Politec) para serem necropsiados.

Reportagem e fotos: Jair Zemberg

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *