Polícia

Justiça mantém prisão de envolvido na morte de Tieli Alves

Elber Zacheu responde pelo atropelamento e morto da jovem Tieli Alves, e tentativa de homicídio do namorado dela, Raulian Paiva, de 21 anos. Atropelamento ocorreu em outubro passado.

Compartilhe:
Casal foi atropelado; Tieli morreu no hospital

O novo pedido de habeas corpus impetrado no Tribunal de Justiça do Amapá (Tjap) pela defesa de Elber Nunes Zacheu, preso pela coautoria na jovem Tieli Alves Medeiros, de 25 anos, que foi atropelada com o namorado, Raulian Paiva, de 21 anos, na madrugada de 21 de outubro do ano passado no município de Santana, foi negado nesta quarta-feira (9) pelo desembargador Agostino Silvério.

Familiares e amigos realizaram ato pacífico pedido justiça para o caso

O desembargador manteve a decisão tomada um dia antes pela juíza Lívia Simone, da 2ª Vara Criminal de Santana, que havia negado o recurso afirmando que “a ação penal segue seu curso célere e regular”, inclusive, com audiência de instrução e julgamento marcada para às 8h30 do dia 18 de fevereiro.

Zacheu está preso no Iapen

Com isso, a magistrada de primeiro grau derrubou a tese da defesa que fundamentou no pedido o fato de que haviam decorridos 78 dias de prisão sem que a instrução estivesse sequer marcada, além do que o réu possui residência fixa no distrito de culpa e é primário.

O fundamento da juíza foi seguido de mesmo entendimento pelo desembargador que manteve a prisão.

Em dezembro, outro pedido similar formulado pela defesa também foi indeferido, tanto pela juíza de primeiro grau quanto pelo Tjap. O outro acusado, Johny Amoras Souza, também segue preso. Na decisão de dezembro, a juíza Lívia Simone sustentou na decisão inicial de que “as condutas dos réus se amoldam aos crimes de homicídio consumado, homicídio tentado, lesão corporal e embriagues ao volante”.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *