Polícia

Morre a terceira vítima de acidente na BR-210

Professora Oneide Nazaré estava internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Emergências (HE), de Macapá. Ela é a terceira vítima fatal do acidente na BR-210

Compartilhe:

A professora de Língua Portuguesa Oneide Nazaré da Silva morreu no final da madrugada deste sábado (11) no Hospital de Emergências (HE), de Macapá, onde ela estava internada desde a tarde de quinta-feira (9) vítima de acidente automobilístico ocorrido no quilômetro 38 da BR-210. Oneide era um dos cinco ocupantes de um carro de passeio que foi atingido frontalmente por um caminhão basculante que havia feito uma ultrapassagem em local proibido, invadiu a pista contrária e atingiu o Fiesta Sedan onde estava o grupo.

O motorista Claudinei Alves Pereira, de 46 anos, e a também professora Maria de Fátima Freitas, de 68 anos, morreram na hora. Claudinei ficou preso às ferragens.


Segundo informações do hospital, Oneide estava internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em estado gravíssimo. Ela passou por uma cirurgia, mas na madrugada deste sábado apresentou piora no quadro clínico. A morte foi registrada por volta de 5h.

Atualmente ela estava lecionando em uma escola estadual na comunidade do Cachaço, zona rural do município de Serra do Navio, distante 203 quilômetros de Macapá. O corpo da professora foi removido do HE. Os dois outros sobreviventes seguem internados e devem ser transferidos para o Hospital de Clínicas Alberto Lima.

O acidente

Oficialmente o inspetor da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Aroldo Silva, informou que a colisão frontal foi causada pelo motorista do caminhão que fez uma ultrapassagem indevida em local proibido.


“Foi apurado que o motorista da basculante [que seguia no sentido Macapá/Porto Grande] fez uma ultrapassagem indevida em local proibido, invadindo a pista contrária e atingido frontalmente o carro Fiesta Sedan. Além disso, chovia no momento do acidente, restringindo a visibilidade. Após a batida o motorista do caminhão fugiu, mas recebemos informações posteriores que ele seria apresentado por um advogado no Ciosp Pacoval”, revelou.

O caso deverá ser apurado pela Delegacia Estadual de Acidentes de Trânsito (Deatran). Até a manhã da sexta-feira (10) não havia informação confirmada da apresentação do motorista da basculante à polícia.

Reportagem: Elden Carlos e Jair Zemberg
Fotos: Jair Zemberg
Foto de capa: Arquivo pessoal/Facebook

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *