Polícia

Operação combate crimes de violência doméstica e contra o patrimônio no Amapá

Oito pessoas foram presas na operação. Alvos são investigados ou já tem sentença condenatória por crimes de violência doméstica e contra o patrimônio.

Compartilhe:

A Polícia Civil do Amapá deflagrou na manhã desta sexta-feira (11) a segunda fase da Operação Capturas, cujo objetivo foi dar cumprimento a 12 mandados de prisão preventiva expedidos pela justiça contra pessoas investigadas ou com sentença condenatória pelos crimes de violência doméstica e contra o patrimônio.

A operação foi deflagrada pela Divisão de Capturas, sob coordenação do delegado Fábio Araújo. Ao término das buscas, 8 dos 12 mandados foram cumpridos, sendo sete deles em Macapá e um no município de Santana, distante 17 quilômetros da capital.


“Destes, quatro foram por crimes de violência doméstica e quatro por crimes contra o patrimônio. É importante enfatizar que esses [de violência doméstica] quebram essa crença de que agredir uma mulher é algo que fica impune. Não fica não. Os agressores devem ter plena consciência de que é um crime grave e que será levado ao rigor da lei”, observou.


A operação foi deflagrada após dois meses de levantamentos sobre os alvos e atingiu bairros como Brasil Novo, Universidade e Distrito da Fazendinha. Os presos foram levados para o Centro Integrado em Operações de Segurança Pública (Ciosp) Pacoval, onde as prisões foram comunicadas à justiça.

Após passarem por exame de corpo delito na Polícia Técnico-Científica (Politec) os alvos da operação seriam encaminhados ao Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen) onde ficarão à disposição do judiciário.

Reportagem e fotos: Jair Zemberg
Texto: Elden Carlos

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *