Polícia

Pai é preso por estuprar duas filhas adolescentes e engravidar uma terceira, de 18 anos

Crimes ocorreram na casa da família, na sede do município de Mazagão. Abusos sexuais vinham ocorrendo há quase três anos.

Compartilhe:

O delegado Anderson Gomes, titular da delegacia de Polícia Civil de Mazagão, município distante 32 quilômetros da capital, Macapá, indiciou Adnilson Cardoso da Silva, de 39 anos, pelos crimes de estupro em continuidade delitiva e em concurso material, com aumento de pena por ser ascendentes das vítimas.

O homem – pai de duas adolescentes de 15 e 16 anos – e de uma jovem de 18 anos, mantinha relações sexuais com as vítimas há mais de dois anos. Ele acabou sendo denunciado inicialmente por cárcere privado.


“A denúncia inicial foi de cárcere privado. Porém, quando fomos ao local essa denúncia não foi constatada legalmente. Ocorre que durante a tomada de depoimento das menores elas revelaram que vinham sendo abusadas sexualmente pelo pai, inclusive, a garota de 18 anos teve uma filha com ele, mas, nesse caso, não configura o estupro por ter havido consentimento da jovem”, declarou o presidente do inquérito.

Adnilson não confessou claramente os crimes. “Ele disse que não lembrava por estar embriagado, mas durante sua transferência para o presídio ele confessou, informalmente, aos agentes, que havia cometido os abusos”, complementou Anderson Gomes.


Tão logo as suspeitas foram comprovadas, o delegado representou pelo pedido de prisão preventiva que foi expedido pelo juiz da Comarca de Mazagão. Adninlson foi preso na última sexta-feira (12) e após passar por exame de corpo delito na Polícia Técnico-Científica (Politec) foi transferido para o Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen) onde ficará à disposição das autoridades.

Reportagem: Elden Carlos

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Um comentário em “Pai é preso por estuprar duas filhas adolescentes e engravidar uma terceira, de 18 anos”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *