Polícia

PC deflagra Operação Horus no Amapá

Operação foi deflagrada no município de Santana e teve como foco principal proibir a venda de bebidas alcoólicas a menores e a presença deles em bares e boates.

Compartilhe:

A Polícia Civil do Amapá deflagrou no último final de semana a “Operação Hórus”, no município de Santana, com o objetivo de combater a venda de bebidas alcóolicas para menores de 18 anos e impedir a permanência de crianças e adolescentes em horário não permitido em bares e boates.
A ação também fiscalizou a documentação necessária para o funcionamento destes estabelecimentos. Durante a ação, mais de 30 bares e boates foram fiscalizados. Mais de 100 abordagens e revistas pessoais também foram realizadas e resultaram em duas prisões em flagrante, uma por porte de droga para consumo e, outra, por porte de arma branca.

Além dessas prisões, 15 menores encontrados em situação de risco foram encaminhados ao Conselho Tutelar.

Em todos os lugares fiscalizados, a polícia orientou os proprietários quanto à proibição da presença de menores. Alguns estabelecimentos foram notificados a regularizar os documentos necessários para o funcionamento.

Em uma das boates fiscalizadas, foi constatada a presença de adolescentes e superlotação por parte do Corpo de Bombeiros, que cassou o alvará de funcionamento do estabelecimento.

“Avalio de forma bastante satisfatório o resultado do trabalho executado pelos 30 policiais civis envolvidos, em apenas sete horas de operação. Esse tipo de ação policial é uma das diretrizes traçadas pela gestão atual da Polícia Civil do Amapá e estamos colocando-a em prática”, analisou o delegado Victor Crispim, titular da 1ª Delegacia de Polícia de Santana, que coordenou a operação.

O delegado geral da Polícia Civil do Amapá, Uberlândio Gomes, ressaltou que esse tipo de operação policial também é realizado pela Polícia Civil em outros municípios do interior do Estado. Segundo ele, nestas ações foram 45 menores apreendidos em Porto Grande, 49 em Oiapoque, e, agora, 15 em Santana, totalizando 109 menores que foram retirados de situações de vulnerabilidade e entregues ao Conselho Tutelar.

“Além do combate à criminalidade que realizamos cotidianamente, a retirada de menores de lugares que os colocam em situação de risco, também é um dos focos da Polícia Civil que vem sendo executado nos municípios amapaenses, evitando, assim, que crianças e adolescentes enveredem para o mundo do crime ou sejam vítimas de delitos”, avaliou Gomes.

Hórus
O nome da operação é uma alusão ao Deus dos Céus, que combate a maldade e simboliza proteção. A ação teve o apoio de sete viaturas e a participação de policiais civis da 1ª Delegacia de Polícia de Santana, da Equipe da Capturas, do Núcleo de Operações em Inteligência e do Departamento de Polícia do Interior, Vigilância Sanitária, Corpo de Bombeiros e Conselho Tutelar do município.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *