Polícia

Polícia Federal deflagra 2ª fase da Operação Virus Infectio no Amapá

Estão sendo cumpridos 9 mandados de busca e apreensão e 3 mandados de prisão preventiva em Macapá (AP).

Compartilhe:

Por Elden Carlos

A Polícia Federal (PF) deflagra na manhã desta sexta-feira (29), a segunda fase da Operação Vírus Infectio. Estão sendo cumpridos 9 mandados de busca e apreensão e 3 mandados de prisão preventiva em Macapá (AP).

Segundo a PF, o objetivo da operação é desarticular organização criminosa que pratica crimes de fraude em licitação e corrupção, com desvio de recursos públicos utilizados no enfrentamento específico ao coronavírus no Amapá.

Na ação, que conta com a participação do Ministério Público Federal (MPF), estão sendo empregados 35 agentes federais. Alem das ordens judiciais para busca, apreensão e prisão, também foi expedida determinação para o afastamento do exercício da função pública de uma servidora da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).

De acordo com a PF, após a deflagração da primeira fase, no mês de abril, foram constatados indícios de pagamento de vantagens indevidas, por parte de empresário, à servidora da Sesa, com o fim de agilizar os trâmites burocráticos de liberação de notas de empenhos. A servidora não teve o nome revelado.

As investigações identificaram ainda que os pagamentos ocorreram através de transferências realizadas por pessoas jurídicas, de propriedade do empresário, à pessoa da família indicada pela servidora.

Os investigados poderão responder, na medida de suas responsabilidades, pelos crimes de corrupção ativa, corrupção passiva e integrar organização criminosa, e se condenados poderão cumprir pena de até 20 anos de reclusão.

Fonte: Ascom PF

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *