Polícia

Policial civil que deixou 4 feridos em ataque a bar é preso preventivamente

Sanderlei Barreto foi preso no final da tarde desta sexta-feira (09) e já está em cela do Centro de Custódia do Zerão.

Compartilhe:

O delegado-geral da Polícia Civil, Antônio Uberlândio, confirmou no início da noite desta sexta-feira (09) o cumprimento de mandado de prisão preventiva contra o policial civil Sanderlei Almeida Barreto, que na madrugada do último dia 5 de agosto deixou quatro pessoas feridas à bala após efetuar vários disparos a partir da entrada do bar Don Corleone, no bairro Santa Rita, zona sul de Macapá.

O policial, após a prisão, passou por exame de corpo delito na Polícia Técnico-Científica (Politec) antes de ser transferido para o Centro de Custódia do Zerão.

Em nota a Corregedoria da Polícia Civil, comandada pelo delegado Sávio Pinto, informou  que: “A Polícia Civil do Amapá deu cumprimento ao mandado de prisão preventiva, expedido pelo juiz titular do Tribunal do Júri de Macapá, em desfavor do agente de polícia civil Sanderlei Almeida Barreto, o qual se envolveu numa ocorrência com disparos de arma de fogo, num bar, da qual resultou diversas vítimas.


A Polícia Civil esclarece, através de sua Corregedoria, que a prisão é fruto do entendimento da livre convicção fundamentada do delegado  responsável pela condução do Inquérito Policial pertinente, que já na segunda-feira dia 05/08/2019, vislumbrando fundamentos fáticos plausíveis, direcionou a representação ao Poder Judiciário, o qual decidiu na data de hoje, após acolher a opinião favorável do Ministério Público, o que significa que foi uma decisão acertada, refletida e oportuna para as pressentes circunstâncias”, diz trecho da nota.

No documento o corregedor reafirma que “jamais irá compactuar com desvios, excessos ou abusos de seus integrantes, característica marcante de uma Corregedoria forte, que jamais praticou corporativismo negativo, sendo compromisso inarredável o superior interesse público, que é a defesa da nossa sociedade”, encerra a nota.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *