Polícia

Policial é ferida durante cerco a criminosos e ocorrência termina com dois homens presos

Cerco policial iniciou no Marabaixo 3, quando homens tentaram roubar objetos de uma residência e a ação foi frustrada.

Compartilhe:

Railana Pantoja
Da Redação

Uma tentativa de roubo à residência, no bairro Marabaixo 3, terminou com uma policial ferida e dois criminosos presos na noite deste domingo (16) na área conhecida como Chapéu de Palha, no Santa Rita.

A ocorrência iniciou quando os dois tentaram roubar objetos de uma casa que estava com o portão aberto no Marabaixo III, mas a ação foi frustrada com a ajuda de uma vizinha que acionou a PM e os policiais impediram a finalização do crime. Porém, os criminosos conseguiram fugir no carro dos donos da casa e levaram um refém.

De acordo com major Kleber, comandante do Bope, a polícia fez o acompanhamento tático e houve troca de tiros. “Os criminosos atiraram contra os policiais e infelizmente uma policial foi atingida. Agora ela está estabilizada, mas o ferimento foi grave”. A policial foi levada ao HE e posteriormente transferida para um hospital particular; ela está fora de perigo.

Na área conhecida como Chapéu de Palha, os homens abandonaram o carro e o refém, mas entraram numa distribuidora de bebidas e renderam funcionários. “Nós tínhamos durante esse gerenciamento de crise pelo menos 4 reféns, sendo que um estava totalmente dominado pelos causadores da crise. Uma ocorrência difícil, os negociadores tiveram dificuldades pra estabelecer comunicação, pois os indivíduos estavam agressivos, com o dedo no gatilho e a arma sempre apontada para a cabeça do refém”, relatou o comandante.

Após mais de duas horas de negociação, André Madson Oliveira de Almeida, 19 anos de idade, e Fábio Santos Bonta, de 23 anos, se entregaram. Com eles a PM apreendeu um revólver calibre 38 e uma faca.

“Durante a semana infelizmente chegamos a ter dois policiais alvejados em ocorrências, o que prova que não podemos subestimar a violência desses criminosos e a intenção deles em lesionar a população de bem”, finalizou major Kleber.

 

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *