Polícia

Quadrilha é presa após executar rival no bairro Araxá

Criminosos chegaram a manter duas mulheres ‘reféns’, mas depois foi descoberto que elas integravam o grupo de faccionados e acabaram apreendidas.

Compartilhe:

Um homem identificado como Anderson Conceição Costa, de 21 anos, foi executado com vários tiros na noite de segunda-feira (18) na 1ª Avenida do bairro Araxá, zona sul da capital, por integrantes de uma facção que disputa pontos de venda de drogas na região, segundo a polícia. No local do crime foram encontrados cartuchos de munição calibre 12 e 36, além de pistola Ponto 40.

Após o assassinato, policiais do 1º Batalhão de Polícia Militar (1º BPM) e Batalhão de Operações Especiais (Bope), iniciaram as buscas, conseguindo lograr êxito – já na madrugada desta terça-feira (19) – na captura de alguns faccionados.

 

Eles revelaram o local onde os comparsas estavam homiziados. Os policiais seguiram até uma passarela localizada no final da Avenida Equatorial. Ao perceber a aproximação, o grupo tomou duas mulheres como supostas reféns. Após uma intensa negociação, os marginais se entregaram. Com eles foi apreendida uma pistola – com numeração suprimida – e um revólver calibre 38.

Somente após a rendição é que foi descoberto que as ‘vítimas’, eram na verdade integrantes da facção e namoradas de alguns membros do grupo. Os criminosos chegaram a fazer uma transmissão (live) em uma rede social.

 

Os maiores de idade foram apresentados no Centro Integrado em Operações de Segurança Pública (Ciosp) Pacoval, enquanto os menores de idade foram levados para a Delegacia Especializada na Investigação de Atos Infracionais (DEIA).

Imagens: Divulgação/Bope

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *