Polícia

Rainha de Bateria é encontrada morta dentro de casa

Ainda segundo o documento, o marido teria retirado Suzy Dayane do laço e a levado até à sala.

Compartilhe:

Polícia Civil (PC) poderá investigar a morte da rainha de bateria do Grêmio Recreativo Escola de Samba Piratas Estilizados, Suzy Dayane do Espírito Santo Brazão, de 35 anos, que foi encontrada morta por volta das 8h30 da manhã de domingo, 16, no banheiro da casa onde ela morava, na 14ª Avenida do bairro Marabaixo III, zona oeste de Macapá.

policia4-rainha013De acordo com relatório do Centro Integrado em Operações da Defesa Social (Ciodes), Suzy chegou em casa por volta das 4h da madrugada acompanhada do esposo. Antes, eles teriam passado em pelo menos duas festas na região do Curiaú. O marido disse que tão logo chegou, ele foi dormir e a esposa ficou acordada. No relatório do Ciodes, o homem declarou que ao levantar – por volta das 8h30 da manhã – se deparou com a esposa pendurada com uma corda enroscada no pescoço no banheiro da casa.

Ainda segundo o documento, o marido teria retirado Suzy Dayane do laço e a levado até à sala. Uma equipe do Samu foi deslocada para o endereço, onde confirmou a morte da rainha de bateria.

O Diário do Amapá teve acesso ao laudo preliminar que aponta a ‘causa mortis’. No laudo, assinado pela doutora Carmem Lúcia Cruz Lobato, está descrito que Suzy Dayane morreu por “asfixia mecânica por contrição do pescoço (enforcamento)”.

Na manhã dessa segunda-feira, 17, a família da vítima disse que vai aguardar pelo laudo oficial sobre a causa da morte – que sai em até 15 dias – e confirmou que próximo ao corpo havia uma carta, mas o conteúdo não foi divulgado.

“Só queremos confirmar que ela realmente cometeu esse ato extremo e tentar entender o que houve. Ela era uma pessoa alegre, cheia de vida e que nunca demonstrou qualquer comportamento que pudesse levar a isso”, disse um dos familiares. O sepultamento do corpo de Suzy estava marcado para as 15h dessa segunda-feira no cemitério de São José, bairro Santa Rita.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *