Polícia

Rotam recupera motocicleta levada em assalto à farmácia; dois foram presos pelo crime

Um dos homens havia roubado a motocicleta do funcionário de uma farmácia que ele assaltou no bairro Pedrinhas, em Macapá. O segundo criminoso negociou a compra a mando de uma facção.

Compartilhe:

Dois homens identificados como Darlan dos Santos Picanço, 25 anos, o ‘Playboy’, e George Nicolas Hage Feitosa, de 19 anos, foram presos nesta quarta-feira (29) durante uma ação de policiais da Rondas Ostensivas Táticas Motorizadas (Rotam), companhia do Batalhão de Operações Especiais (Bope).

 

Segundo o tenente Cecílio, uma denúncia anônima levou os policiais ao bloco 37, apartamento nº 204 do conjunto Mucajá, no bairro Beirol, onde Darlan Playboy teria se homiziado após cometer um assalto a uma farmácia na terça-feira (28) no bairro Pedrinhas. A ação do assaltante foi registrada pelas câmeras de segurança da farmácia.

“O Playboy agiu sozinho no assalto. Ele entrou na farmácia por volta de 13h e rendeu o funcionário. Na fuga, levou o aparelho celular da vítima e a motocicleta. Após denúncia, descobrimos sua localização. Ele não esboçou reação e já confessou o crime”, disse o tenente.

Darlan ‘Playboy’ cometeu assalto na farmácia e fugiu levando a moto da vítima

Playboy levou os militares até o município de Santana, onde Nicolas Hage foi preso. Se dizendo integrante de facção, Hage afirmou que comprou a moto pelo valor de R$ 800. O transporte foi negociado a mando de um detento do Iapen, segundo ele.

 

“Esse segundo marginal também não ofereceu resistência e nos levou a uma área de passarela onde localizamos a moto da vítima, inclusive, com o capacete que também foi levado. Ele já havia adulterado a placa do veículo que certamente seria usado em outros crimes”, disse o tenente do Bope.

Nicolas Hage foi preso em Santana

A dupla foi apresentada no Centro Integrado em Operações de Segurança Pública (Ciosp) Pacoval. Darlan vai responder por roubo majorado e Hage por receptação. Playboy revelou que alugou um revólver pelo valor de R$ 250 para cometer o roubo na farmácia, mas sem revelar de quem.

Reportagem e fotos: Jair Zemberg

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *