Polícia

Técnico de enfermagem é executado com oito tiros

Vítima teria sido atraída pelos autores ao local. Motivação do crime ainda é desconhecida.

Compartilhe:

O técnico em enfermagem André Augusto de Oliveira Felício, de 34 anos, foi executado por pelo menos oito tiros no final da manhã deste domingo (02), no bairro do Novo Buritizal (Zona Sul de Macapá). O crime ocorreu por volta das 11h40 na Travessa Manoel Valente dos Santos, próximo à uma área de ponte.

A reportagem do Diário do Amapá apurou que a vítima chegou ao local em uma moto de cor preta, onde foi abordada por dois desconhecidos. “Sem que houvesse qualquer conversa entre eles, um deles disparou vários tiros, não dando qualquer chance de reação para o enfermeiro, que morreu no local”, relatou uma testemunha.

Informações preliminares dão conta de que o técnico em enfermagem teria sido atraído ao local pela dupla através de telefone. “Sabe-se que nenhum dos envolvidos, tanto a vítima como os autores não moram no bairro, e o local teria sido escolhido previamente”, ponderou uma fonte da Polícia Militar.

Uma perita da Politec disse à reportagem que em princípio que, pelas perfurações no corpo da vítima, a arma usada para o crime foi um revólver calibre 38. “As perfurações que constatamos nos levam a concluir que a arma usada foi um revólver 38, que pode ter sido recarregada e usada novamente em seguida, ou menos tenham sido duas armas usadas ao mesmo tempo. O que podemos adiantar é que as duas primeiras balas atingiram o tórax e a cabeça, e as restantes as costas, aduzindo-se que os outros tiros foram disparados quando a vítima estava em fuga. Se fosse uma pistola, teríamos encontrado estojos da munição no local, o que não correu”, argumentou a perita.

“Antes da chegada da vítima os dois autores, que também estavam em uma moto, ficaram por um longo tempo no local e aparentavam estar esperando alguém. E tão logo chegou ao local o rapaz foi recebido com vários tiros, cujo número exato só vai ser possível precisar após a realização da necropsia. Os criminosos estavam a pé e fugiram por área de ponte.

Reportagem e fotos: Jair Zemberg

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *