Polícia

Tiroteio entre facções deixa mulher ferida em Fazendinha

Vítima levou pelo menos quatro tiros. Ela foi usada como escudo humano por membros de uma facção rival que a teria rendido na saída da propriedade onde bando estava escondido.

Compartilhe:
Mulher levou três tiros ao ser usada como escudo humano no confronto

Um tiroteio entre supostos membros de facções rivais deixou uma mulher gravemente ferida na tarde desta segunda-feira (21) em uma propriedade no ramal do Estaleiro, bairro Vale Verde, no Distrito da Fazendinha.


Segundo informações iniciais colhidas pela polícia no local, quatro homens armados teriam chegado em um carro de cor branco. Os suspeitos teriam ficado em campana próximo ao terreno e agiram no momento em que uma mulher deixou o local para comprar açaí.

Uma testemunha, que não será identificada, afirma que a jovem foi rendida. “Eles perguntavam onde estava o ‘Alemão’. O bando foi levando ela como escudo e ai na entrada começou a troca de tiros. O pessoal que estava na casa fugiu, mas esse Alemão foi alvejado. Mesmo assim, ele correu em direção ao rio e sumiu. Durante o tiroteio a moça foi atingida umas três vezes. Quando os caras voltaram com ela, ainda atiraram contra as costas dela e a jogaram nessa poça de lama”, relatou a mulher.


Moradores socorreram a vítima que foi colocada no pátio de uma residência. Ainda de acordo com a testemunha, ao perceber que o bando havia fugido, Alemão saiu do esconderijo e foi ao encontro da jovem. Ela seria namorada de Alemão. “Ele estava ferido. Mesmo assim, veio, tirou a camisa e deu para colocarmos no ferimento da barrigada da garota. Depois, um carro veio buscá-lo”, concluiu.


O delegado Luiz Carlos, da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Pessoa (Decipe) esteve no local e disse que ainda estava fazendo os levantamentos. “Ainda estamos fazendo os levantamentos necessários para entender a dinâmica do crime, mas ao que tudo indica, foi um confronto em grupos rivais”, resumiu o delegado.

A mulher – que ainda não havia sido identificada – foi socorrida e encaminhada ao Hospital de Emergências para atendimento especializado. O estado era considerado grave.

Reportagem e fotos: Jair Zemberg

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *