Polícia

Traficante e ‘mula’ são presos com 5 quilos de skunk no Amapá

Maconha processada em laboratório é vendida por altos valores pelos traficantes. Droga, segundo a polícia, havia sido desenterrada recentemente.

Compartilhe:

Dois homens foram presos em flagrante na tarde desta quarta-feira (06) com 5 quilos de skunk [maconha processada em laboratório] durante uma abordagem feita por agentes da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE). Um motoqueiro que transportava a droga em uma caixa de papelão de Santana para Macapá foi interceptado na altura do quilômetro 3 da BR-210, próximo ao cemitério de São Francisco de Assis.

Segundo o delegado Sidney Leite, os agentes estavam monitorando o endereço do traficante, na Vila Daniel, no município santanense, quando flagraram a entrega da droga. Eles seguiram o motoqueiro e realizaram o flagrante. De volta a Santana, prenderam o traficante.


Os nomes não foram divulgados para não atrapalhar as investigações. “Estávamos monitorando esse traficante há alguns dias e hoje conseguimos o flagrante. A droga está embalada de forma que é possível dizer que ela estava enterrada. Além disso, apreendemos dinheiro fracionado, característico da venda do entorpecente”, afirmou Sidney Leite.

Os dois homens foram apresentados na sede da DTE, no Centro Integrado em Operações de Segurança Pública (Ciosp) Pacoval. A polícia vai aprofundar as investigações para descobrir a origem do produto e a conexão dos presos com outras pessoas.

Reportagem e fotos: Jair Zemberg

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *