Política Nacional

Comissão convoca Cardozo para falar sobre bloqueio de rodovias

Caminhoneiros fizeram protestos em vários estados segunda e terça-feira.
Deputados pedem esclarecimento de medidas para evitar protestos.

Compartilhe:

A Comissão de Agricultura da Câmara aprovou nesta quinta-feira (12) requerimento que convoca o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, a prestar explicações sobre as medidas que o governo vai adotar para evitar novos bloqueios de rodovias por caminhoneiros. Como se trata de convocação, Cardozo será obrigado a comparecer ao colegiado. A data da audiência ainda não foi definida.

Na última terça (10), houve registro de atos em nove estados. Na segunda (9), ao menos 14 estados foram alvos dos protestos. Os manifestantes se dizem contrários ao governo Dilma Rousseff, pedem o aumento do valor do frete, reclamam da alta de impostos e da elevação nos preços de combustíveis, entre outras reivindicações.

Para tentar evitar os bloqueios, a presidente Dilma editou uma medida provisória que aumenta de R$ 1.915 para R$ 5.746 a multa para quem impedir o trânsito em rodovias. Os organizadores de manifestações com bloqueio poderão ser multados em R$ 19.154.

Os deputados Jerônimo Goergen (PP-RS) e Valdir Colatto (PMDB-SC), autores do requerimento de convocação, destacaram que os caminhoneiros alegam, para a realização do protesto, que o governo descumpriu acordos feitos com a categoria.

“Novamente os caminhoneiros mobilizam paralisação no dia 09/11/2015, sob alegação de que as propostas do Governo não foram cumpridas e, ao contrário, o custo do óleo diesel foi reajustado e as condições das estradas continuam precárias, ou seja, toda a pauta de reivindicação é recorrente”, dizem os deputados no requerimento.

O Ministério da Justiça não quis se manifestar sobre a convocação. Nesta quarta-feira (11), Cardozo foi perguntado, em entrevista coletiva, sobre a possibilidade de ser convocado a falar no Congresso. Ele disse que vai demonstrar aos parlamentares a necessidade de punição mais rigorosa aos caminhoneiros que bloqueiam rodovias.

“O governo irá demonstrar ao Congresso Nacional razões evidentes que, ao nosso ver, justificam essa medida [que aumenta as multas]. Um fechamento de estradas, uma anunciada tentativa de desabastecimento do país é absolutamente inaceitável. O respeito à ordem democrática exige que o governo venha a agir como nós viemos agindo, e eu tenho a absoluta convicção de que os parlamentares […] vão compreender”, declarou.

Para os parlamentares, Cardozo precisa explicar as medidas que o governo adotará, além das multas, para evitar novas paralisações e bloqueios de rodovias.

“Preocupado com a falta de abastecimento do setor primário, o escoamento da produção e possibilidade de ausência de produtos essenciais alimentares para os cidadãos, torna-se necessário a convocação do Ministro da Justiça para prestar esclarecimentos sobre a pauta de reivindicação dos caminhoneiros compromissos firmados e os itens atendidos pelo governo”, diz o requerimento.

 
Compartilhe:

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *