Política Nacional

Ministro da Educação anuncia demissão de secretário-executivo da pasta; Rubens Barreto assume

Ricardo Vélez não explicou motivos, disse que troca dá ‘sequência às mudanças necessárias’. Desentendimentos entre militares e seguidores de Olavo de Carvalho geraram ‘guerra’ no MEC.

Compartilhe:

O ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez, anunciou nesta terça-feira (12) em uma rede social a demissão do secretário-executivo da pasta, Luís Antônio Tozi.

Segundo o ministro, o atual secretário-executivo-adjunto, Rubens Barreto da Silva, assumirá a vaga.

Barreto da Silva havia sido nomeado secretário-executivo-adjunto nesta segundo (11), em meio a seis mudanças promovidas em cargos do Ministério da Educação.

“Dando sequência às mudanças necessárias, agradecemos a Luís Antônio Tozi pelo empenho de suas funções no MEC e transferimos sua missão de Secretário Executivo a Rubens Barreto da Silva, que ocupava o cargo de Secretário Executivo Adjunto”, afirmou Vélez Rodríguez na internet.

‘Guerra interna’ no MEC
Há uma “guerra” interna no Ministério da Educação provocada por desentendimentos entre militares e seguidores de Olavo de Carvalho.

Ainda segundo Blog do Valdo Cruz, Vélez Rodríguez tem sido alvo de pressões para deixar o posto porque, na avaliação de integrantes do Palácio do Planalto, o ministro gerou mais polêmica do que ações efetivas desde que assumiu o posto.

Questionado sobre o assunto nesta terça-feira, o presidente Jair Bolsonaro disse que Ricardo Vélez Rodríguez continua no cargo.

“Continua. Ele teve um problema com o primeiro homem dele. Mas está resolvido”, declarou Bolsonaro.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *