Última hora Polícia Política Cidades Esporte
Política

1º conjunto habitacional de Santana: assinado o contrato com a Caixa para construção das 576 casas populares

Davi Alcolumbre articulou os recursos de R$ 34 milhões junto ao MDR para a construção do habitacional.


Em cerimônia na Câmara Municipal de Santana, na manhã desta terça-feira (18), com a presença do senador Davi Alcolumbre, o governador do Amapá, Waldez Goés, o prefeito de Santana, Bala Rocha,  e a Caixa Econômica Federal, assinaram o contrato de construção do primeiro conjunto habitacional do município, que contou com a articulação do senador.

Serão 576 casas, com 2 quartos, sala, cozinha e área de serviço, construídas no bairro Jardim Floresta, para famílias em situação de vulnerabilidade social.

 

O empreendimento, cujo valor é de R$ 34 milhões, mais contrapartida de R$ 800 mil do  governo do estado do Amapá, inclui centro comunitário,  centro de referência de Assistência Social, creche escolar, escola de ensino fundamental, escola de ensino médio, Unidade Básica de Saúde (UBS), estação de tratamento de esgoto e estação de tratamento de água.

Os recursos  são fruto do trabalho do senador Davi junto ao Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR).

 

Em 29 de junho de 2021, o ministro do MDR, Rogério Marinho, esteve em Santana, ao lado do senador Davi, para anunciar a liberação dos recursos para a construção do conjunto habitacional. Naquela ocasião, Santana também recebeu recursos para obras de mobilidade urbana, pelos quais Bala Rocha agradeceu ao trabalho de liderança e articulação do senador Davi.

“Um grande dia para Santana. Além do enorme valor social, que é a casa própria para uma família carente, esse projeto habitacional vai gerar mais de 250 empregos diretos no município. Isso vai girar a economia e o mercado de trabalho vai ser aquecido com esses novos recursos em Santana”, disse Davi.

 

O prefeito Bala Rocha agradeceu o empenho do senador Davi, junto com o governo do estado, para que a parceria desse certo.

 

“O que estamos vivenciando hoje aqui não é promessa, não é algo irreal. É algo que já está acontecendo agora. Uma grande mobilização de esforços. O contrato tá assinado, os recursos estão garantidos. O governo do estado vai tocar a obra e a prefeitura vai dar todo o suporte pra isso. É um dia de emoção enorme”, disse Bala.

 

Governo desapropriou área

O governador Waldez Góes explicou que há um ano, em parceria com o mandato do senador Davi e a prefeitura de Santana, eles vêm trabalhando para desapropriar a área onde o conjunto, bem como escolas, UBS e toda infraestrutura serão construídos.

“Essa área é fundamental para a construção do conjunto habitacional. O governo do estado concluiu a desapropriação da área e o senador Davi não perdeu tempo: correu, trabalhou em Brasília, para garantir os recursos via MDR. Hoje a assinatura do contrato com a CEF passa a garantir a segurança de que a obra vai iniciar e que será entregue para população de Santana”, disse Waldez.

 

Projeto vai erradicar favelas

Secretário estadual de Infraestrutura, Alcir Matos disse que o governo apresentará todos os projetos executivos e abrirá licitação.

 

“Os recursos já estão garantidos via MDR, com articulação do senador Davi, de R$ 35 milhões. O prefeito Bala vai criar os critérios para a entrega das casas, mas, de antemão, o projeto é para a erradicação de favelas urbanas”, explicou o secretário.


Comente