Última hora Polícia Política Cidades Esporte

Publicidade
Política

Amapá Cacau: Waldez Góes visita centro de produção de mudas de cacau em Porto Grande

100 mil mudas estão sendo preparadas para serem entregues aos produtores da região centro-oeste do Amapá.


O governador do Amapá, Waldez Góes, acompanhado do senador Lucas Barreto e do deputado Jesus Pontes, visitou nesta terça-feira, 11, a colônia agrícola do Matapi, localizada no município de Porto Grande, para conhecer o centro de produção de mudas de cacau. A primeira remessa, de 100 mil mudas, está sendo preparada para ser entregue a 165 produtores, que buscam iniciar a cadeia cacaueira no estado.

As 500 mil sementes foram doadas pela Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac) e pela Federação de Agricultura e Agropecuária do Pará (Faepa). Até maio, cerca de 400  mil mudas serão preparadas. Ainda este ano, o Governo do Amapá vai investir em mais 500 mil unidades para serem plantadas em diversas propriedades da região centro-oeste do estado.

Durante a visita, o governador Waldez enfatizou que Porto Grande está localizado em uma região com grande produção agrícola e o cultivo de novas culturas vai aumentar significativamente a renda dos trabalhadores.

“Através desse incentivo, mostramos que o cacau se adapta muito bem quando está em consórcio com outras culturas, o que incentiva nossos trabalhadores rurais a cultivar esse produto, que vai contribuir no processo de desenvolvimento socioeconômico do Amapá”, frisou Góes

O produtor Francisco Braga de Souza, de 63 anos, há 15 anos trabalha com agricultura. Em sua propriedade existe um centro de produção de mudas de cacau e para ele é muito emocionante acompanhar o processo de crescimento da cadeia de produção do fruto.

“Do ponto de vista econômico, acredito que é um grande avanço para o nosso estado e para todos os agricultores. Estamos otimistas e motivados para produzir. Esse fruto vem para diversificar a nossa renda”, expressa o agricultor.

 

Produção de Pitaya no Amapá

Durante a agenda, o governador também visitou o primeiro produtor de Pitaya do Amapá, Ramiro Rodrigues, no assentamento Nova Colina. Atualmente, são 1.300 pés de frutos plantados e com expectativas para mais 500. A produção será incluída entre as cadeias produtivas financiadas pelo Programa de Produção Integrada (PPI), para investimentos em estrutura e irrigação.

 

Investimentos no setor primário

O Governo do Amapá reformulou o Fundo de Desenvolvimento Rural do Amapá (Frap), que garante ainda mais investimentos para o setor. Como, por exemplo, a abertura de crédito de R$4 milhões para apoiar cerca de 200 projetos rurais nos 16 municípios e o investimento de R$ 8,5 milhões na agricultura familiar, beneficiando 1.120 produtores.

Além dos investimentos financeiros diretos no campo com o Frap, o governo investe mais de R$ 35 milhões em ações, como a revitalização dos escritórios do Rurap nos municípios; aquisição de equipamentos tecnológicos, maquinário e capacitação dos agricultores.


Comente