Última hora Polícia Política Cidades Esporte
Diário nas Eleições

Pré-candidato ao GEA, pastor Gesiel diz ser a única via para mudar o Amapá

O pastor afirma ser adepto aos valores do Bolsonarismo: Deus, pátria, família e liberdade.


Railana Pantoja
Da Redação

 

Estreante na política e já almejando o cargo de governador do estado, pastor Gesiel Oliveira (PRTB), 44 anos, vice-presidente da Assembleia de Deus- zona norte, diz não ser a terceira via no atual cenário político, mas sim “a única via capaz de mudar o Amapá de verdade”. “Apesar de sermos novos, temos bastante conhecimento em muitas áreas. Governar o Amapá é um desafio gigantesco, pois o estado está acompanhado de índices negativos socioeconômicos em diversas áreas, como educação e segurança pública, então a situação é bem séria. Pensamos em trabalhos preventivos, e não só em resolver quando o problema já está grave”, falou o pré-candidato.

Durante participação no programa radiofônico Luiz Melo Entrevista (Diário FM 90,9) nesta quinta (4), o pré-candidato, que oficializa seu nome na disputa em convenção do PRTB/AP nesta sexta (5), reforça que é adepto aos valores do Bolsonarismo: Deus, pátria, família e liberdade. “Eu sou bolsonarista, conservador, cristão e um dos primeiros a levantar essa bandeira, sempre estive nos movimentos da direita conservadora cristã no Amapá. Essa linha conservadora é muito mais antiga que o Bolsonarismo, movimento que surgiu de 2017 pra cá, mas há muito tempo defendemos essa bandeira”, defendeu Gesiel.

Para “destravar” o Amapá, Gesiel aposta na desburocratização para investimentos na agricultura familiar, agronegócio e produção de grãos. “A burocratização, que é muito típica daqui, emperrou e acabou não permitindo o desenvolvimento. Resultado: dos 222 investidores que chegaram aqui em 2017 e fomentaram a produção de grãos, restaram apenas cinco, muitos com processos, tentando levar seu empreendimento pra frente”, relatou.

Pontuando 3,3% das intenções de votos em pesquisa divulgada nesta quarta (3), pelo Instituto Doxa, o pastor frisa que não está preocupado com os resultados. “Eu não olho pra quem sai atrás na pesquisa, eu olho para quem tem a menor rejeição, que somos nós. A rejeição do povo que está aí é 75%, e isso me faz compreender o tamanho do caminho que temos a seguir. A campanha está só começando”, finalizou Gesiel Oliveira.

 

Formação
Gesiel Oliveira é Bacharel em Direito e Geografia, formado pela Universidade Federal do Amapá, pós-graduado em Docência e Ensino Superior, Teólogo formado pela FATECH (Faculdade de Teologia e Ciências Humanas do Amapá) e pela EETAD (Escola de Educação Teológica das Assembleia de Deus no Brasil). Também é escritor, Membro da Academia de Letras Evangélica do Amapá, ocupando a cadeira vitalícia de nº 19, Oficial de Justiça do TJAP, conferencista, Professor de Teologia, Direito Penal, Processo Penal e pastor vice-presidente da Convenção da Assembleia de Deus Zona Norte, a terceira maior igreja evangélica do Amapá.


Comente