Última Hora

Advogada é encontrada morta dentro de casa

Ex procuradora da Amprev tinha 45 anos de idade, e, segundo a polícia, cometeu suicídio após tomar café

Compartilhe:

A advogada Rosely do Socorro Prado Caldas, de 45 anos, foi encontrada morta na manhã desta terça-feira, 23, no interior de um quarto da casa onde ela morava, localizada no conjunto Embrapa, na zona sul de Macapá. Um parente que concordou em conversar informalmente com o DA disse que Rosely acordou normalmente pela manhã, tomou café, falou com os familiares e se recolheu ao quarto novamente.

“Sinceramente não sei o que pode ter motivado isso. Estamos em choque, só isso que posso dizer nesse momento”, relatou de forma resumida o familiar.

Rosely teria cometido suicídio por meio de enforcamento. Ela teria prendido uma corda em uma escápula de rede e se jogado. O corpo foi encontrado por volta de 10h. “Quando as equipes chegaram ao local, o corpo dela já estava sobre a cama. Acionamos a Polícia Técnico Científica (Politec) para os procedimentos legais”, disse um oficial da Polícia Militar que determinou o isolamento da área.

Rosely era servidora do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Ela já havia ocupado o cargo de procuradora do Instituto de Previdência do Estado (Amprev), que no início da tarde desta terça-feira emitiu nota de condolências pela perda brusca da advogada.
O corpo foi removido para o Departamento Médico Legal (DML) da Politec onde passou por necropsia que vai confirmar a causa da morte.

 
Compartilhe:

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *