Política Nacional

Governo Bolsonaro extingue funções de confiança e limita gratificações 

A medida atinge 21 mil cargos, funções e gratificações em diversos níveis do Poder Executivo Federal.

Compartilhe:

O governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) extinguiu cargos em comissão e funções de confianças, além de limitar a ocupação, a concessão ou a utilização de gratificações.

De acordo com a publicação, a economia anual com as extinções será de mais de R$ 194 milhões.

Dos cargos em comissão e funções de confiança, 5.100 estão extintos desde o dia 13 de março. Mais 12.408 serão extintos em 31 de julho. No caso das gratificações, 1.487 já estão vedadas, 2.001 não poderão ser concedidas a partir de 30 de abril e quatro a partir de 31 de julho.

Aquelas pessoas que ocupam os cargos em comissão e as funções de confiança que deixam de existir ou os cargos que dependem das gratificações estão automaticamente exoneradas ou dispensadas, nas datas correspondentes. O decreto, publicado no Diário Oficial da União, traz o detalhamento de todos os cargos, funções e gratificações atingidas.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *