Política Nacional

Vice-governador do Pará e mais 31 são denunciados por desvio de R$ 39,6 milhões

Lúcio Vale foi alvo de operação da Polícia Federal e vem sendo investigado desde 2017

Compartilhe:

O vice-governador do Pará, Lúcio Vale (PL-PA), foi denunciado na quarta-feira (8) pelo Ministério Público Federal (MPF) por supostamente integrar organização envolvida no desvio de R$ 39,6 milhões de dez municípios do estado.

Os desvios teriam acontecido por meio de fraudes em licitações entre os anos de 2003 e 2017. Vale foi deputado federal pelo estado de 2007 a 2018.
A maior parte dos valores desviados era destinada à merenda escolar. Também foram identificados desvios em dinheiro da saúde e da assistência social.

Além do ex-governador, outras 31 pessoas foram denunciadas. Os recursos foram desviados dos seguintes municípios, segundo o MPF: Viseu (R$ 31.877.107,15), Ipixuna do Pará (R$ 1.986.331,88), Mãe do Rio (R$ 1.795.542,23), Cachoeira do Piriá (R$ 1.597.546,64), Marituba (R$ 1.401.152,60), Santa Maria do Pará (R$ 687.075,32), São Miguel do Guamá (R$ 223.011,24), São Caetano de Odivelas (R$ 88.148,30), Ourém (R$ 16.101,58) e Marapanim (R$ 14.850,96).

A denúncia, assinada por 15 procuradores da República, é baseada em uma investigação que começou em 2017.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *