Política

Nos 74 anos de criação do Território, DaLua sugere republicação de obras históricas sobre o Amapá

Dentre as obras sugeridas estão “Confiança no Amapá” (coletânea organizada por Janary Nunes), “Quem explorou quem no contrato do manganês” (de Álvaro da Cunha) e “Estórias do Amapá” (de Hélio Pennafort).

Compartilhe:

Na semana das comemorações dos 74 anos de criação do Território do Amapá, o deputado estadual Pedro DaLua (PSC) requereu que o parlamento estadual faça a republicação de obras raras que ajudam a entender a construção do Amapá e os principais episódios nestes quase três quartos de século.

Dentre as obras sugeridas estão “Confiança no Amapá” (coletânea organizada por Janary Nunes), “Quem explorou quem no contrato do manganês” (de Álvaro da Cunha) e “Estórias do Amapá” (de Hélio Pennafort). Além destas, DaLua sugere a republicação de obras literárias como “Sermão de mágoa” (de Arthur Nery Marinho) e “Modernos poetas do Amapá (coletânea publicada nos anos de 1960).

A Assembleia Legislativa mantém parceria com a Gráfica do Senado para publicação de discursos, legislações e obras de cunho histórico ou literário. Nestes dois últimos casos, os livros são submetidos ao conselho editorial do Congresso Nacional.

Para DaLua, as novas gerações precisam conhecer essas obras. Ele também sugere que a história do Amapá seja item exigido em concursos públicos e que as obras de escritores e historiadores locais como Nilson Montoril, Fernando Rodrigues e Edgar de Paula Rodrigue sejam mais difundidas nas escolas.

 
Compartilhe:

Tópicos: