São Paulo brilhante ganha 1º turno

Por essa talvez nem mesmo o São Paulo não contava: Virar o returno do Brasileirão como titulo do primeiro, com 41 pontos, decorrentes de 12 vitórias, cinco empates e duas derrotas (Flamengo 2×0, e Grêmio 2×1.) Contratado pelo clube paulista na presente temporada, Aguirre, ex-defensor da seleção uruguaia, está dirigindo a equipe com sabedoria, escalando […]

Compartilhe:

Por essa talvez nem mesmo o São Paulo não contava: Virar o returno do Brasileirão como titulo do primeiro, com 41 pontos, decorrentes de 12 vitórias, cinco empates e duas derrotas (Flamengo 2×0, e Grêmio 2×1.) Contratado pelo clube paulista na presente temporada, Aguirre, ex-defensor da seleção uruguaia, está dirigindo a equipe com sabedoria, escalando os jogadores de acordo com o peso dos adversários, principalmente quando o time tem compromissos imediatos. O título do primeiro turno, agora em 2018, é a repetição de 2007, ano que o São Paulo tornou-se campeão nacional. Amanhã, a equipe volta a campo contra o Paraná, em Curitiba, abrindo a 20ª rodada do Brasileirão.

Flamengo
Enquanto a estratégia de Diego Aguirre está dando certo no São Paulo, no Flamengo, foi autêntico desastre contra o Paraná, domingo, pela 19ª rodada do Brasileirão, quando o time rubro negro foi goleada por 3 a 0, pela equipe local, depois do treinador Maurício Barbieri escalar time misto para partida. Disputando a primeira colocação como São Paulo e Internacional, o time perdeu a liderança e ainda caiu para a terceira posição, depois de São Paulo (41) e Internacional (38),enquanto se manteve com os 37 pontos.

Messi fora
Por muito tempo o futebol mundial deixava de registrar o nome de Leonel Messi na competição para os primeiros lugares dos concursos para apurar o melhor jogador. Mas agora, no prêmio da Copa dos Campeõs, o argentino não figura entre os três candidatos para o vencedor da temporada. A Uefa indicou Cristiano Ronaldo, Mohamed Salak e Luca Modric para concorrerem ao prêmio de melhor do ano pela Copa dos Campeões. O resultado será conhecido em 30 deste mês e o português Cristiano Ronaldo é o favorito.

Natação
Sem mais nem menos o comando da natação brasileira divulgou que essa modalidade está ressurgindo com grande destaque. Depois da lavagem que foi a direção da antiga Confederação, com problemas de desvios financeiros por todos os lados, é muito cedo para se falar em progresso. Embora seja orgulho para o país, ainda se fala que Cesar Cielo poderá ser grande astro da equipe brasileira para Tóquio, 2020. Falta renovação, q o primeiro caminho da redenção.


 
Compartilhe: