Gostas de corrupção e atraso?

Compartilhe:

Fenômenos culturais ou comportamentos culturais estão ultimamente ocorrendo no Brasil no fervilhar da disputa eleitoral à presidência da República. Este preocupante estado de ebulição vem dividindo as massas a opiniões ou opções extremas. Sem nos darmos conta todos nós já estamos direta ou indiretamente envolvidos neste processo de divisão de águas, quer seja a nível regional ou nacional. É com base neste divisor de águas que muitos analistasestão querendo entender, através de pesquisa, porque o eleitor vota ou prefere o fulano ao invés do beltrano ou, melhor dizendo, em quem elevotaria e em quem ele não votaria.

 

Como no Brasil existem razões que a própria razão desconhece o forte processo de manipulação de massa petista empurra o seu candidato à ascensão na disputa eleitoral e já incomoda Jair Bolsonaro, mesmo e apesar do candidato do PT e muitos que o rodeiam no palanque terem sido diversas vezes citados na Operação Lava Jato e na mídia nacional por atos de corrupção, impeachment, etc. Lamentavelmente, parte considerável do sindicalismo brasileiro virou massa de manobra dessa gente e induz a população a aderir ao cúmulo do absurdo.

 

O mais hilário no comportamento cultural brasileiro é que todo dia a gente vê na tela do plim-plim, no quadro Que Brasil Você Quer, gente criticando a corrupção no Brasil e pedindo uma melhor educação, segurança pública, saúde, etc e tal…

 

Alerta de perigo eminente:

Gostas de corrupção?

 

Águas turvas encobrem o fundo do rio: o velho cenário do continuísmo petista quer voltar para dominar geral. Altos esquemas novamente colocarão em risco a estabilidade econômica, a governabilidade e a confiança internacional no país, situação grave que muitos brasileiros de bem não desejam em seu pior pesadelo. Antigamente eu era um garoto que amava os Beatles e os Roling Stones, mas não entendia nada do que diziam. Apenas gostava do som. Anos depois aprendi a entender a profundidade da canção Let It Be (Lennon e McCartney) e de Imagine (John Lennon). Pensamentos, introspecção, comportamento, cenários de construção de um mundo melhor…

 

A ferramenta de propaganda de manipulação das massas, com suas promessas, residemexatamente naestratégia de dependência daquele que é governado, o povo. Como tal estratégia política ela é amplamente divulgada como tábua de salvação.Quem for contra é porque está contra o povo, a exemplo das bolsas esmola disso e daquilo, que não devem ser extintas a fim de evitar o aumento do indicador de pessoas abaixo da linha de pobreza.Mas, não se percebe, e parte da população brasileira não percebe que o correto é fortalecer o mercado interno e externo e valorizar a empresa nacional. O correto é ofertar ao empresariado nacional a redução da carga tributária incidente sobre o ICMS e ISS para depois o estado ter direito de cobrar vagas para jovens no mercado de trabalho. O correto é somar esforços com todos para gerar empregos e reduzir drasticamente o vergonhoso índice de 13 milhões de desempregados, herança que não vem de hoje. O correto é melhorar o PIB nacional e o Índice de Desenvolvimento Humano – IDH, em vários estados. O correto é investir em educação de qualidade, ensino médio e fundamental, e principalmente em formação superior uma vez que o Brasil ainda possui baixo índice de brasileiros formados, graduados, com mestrado e doutorado, se comparado a outros países.

 

E então, gostas de corrupção e atraso?


 
Compartilhe: