Conheça a viola caipira

Tem sua origem nas violas portuguesas, oriundas de instrumentos árabes como o alaúde. As violas são descendentes diretas da guitarra latina, que, por sua vez, tem uma origem arábico-persa.

Compartilhe:

Viola caipira, também conhecida como viola sertaneja, viola cabocla e viola brasileira, é um instrumento musical de cordas. Com suas variações, é popular principalmente no interior do Brasil, sendo um dos símbolos da música popular brasileira.

Tem sua origem nas violas portuguesas, oriundas de instrumentos árabes como o alaúde. As violas são descendentes diretas da guitarra latina, que, por sua vez, tem uma origem arábico-persa. As violas portuguesas chegaram ao Brasil trazidas por colonos portugueses de diversas regiões do país e passou a ser usada pelos jesuítas na catequese de indígenas. Mais tarde, os primeiros caboclos começaram a construir violas com madeiras toscas da terra. Era o início da viola caipira.

Existem várias denominações diferentes para Viola, utilizadas principalmente em cidades do interior: viola de pinho, viola caipira, viola sertaneja, viola de arame, viola nordestina, viola cabocla, viola cantadeira, viola de dez cordas, viola chorosa, viola de queluz, viola serena, viola brasileira, entre outras.

A viola caipira tem características muito semelhantes ao violão. Tanto no formato quanto na disposição das cordas e acústica, porém é um pouco menor. Existem diversos tipos de afinações para este instrumento, sendo utilizados de acordo com a preferência do violeiro. As mais conhecidas são Cebolão, Rio Abaixo, Boiadeira e Natural. É comum a utilização da afinação Paraguaçu pelos repentistas nordestinos, apesar de também ser encontrada na região do Vale do Paraíba.

A disposição das cordas da viola é bem específica: 10 cordas, dispostas em 5 pares. Os dois pares mais agudos são afinados na mesma nota e mesma altura, enquanto os demais pares são afinados na mesma nota, mas com diferença de alturas de uma oitava. Estes pares de cordas são tocados sempre juntos, como se fossem uma só corda.

Uma característica que destaca a viola dos demais instrumentos é que o ponteio da viola utiliza muito as cordas soltas, o que resulta um som forte e sem distorções, se bem afinada.

 

  • Pinturas

As exposições do projeto Arte Amazon encerrou, no dia (5), com muitas obras de vários artistas plásticos do Amapá.
Ralfe Braga veio de Brasília para participar do evento. Parabéns.

 

  • Decoração

Muita gente se preparando para decorar suas ruas e avenidas para a copa do mundo, em junho.
Com a temática regional vai ficar show de bola.

 

  • Temporada

Iniciou na sexta, 4, a temporada de shows no Norte das Águas (Complexo Marlindo Serrano – Araxá). A cantora Ariel Moura abriu a agenda.
Dia 11 tem Deize Pinheiro cantando o Brasil.

 

  • Reabertura

A casa de shows Samba Café reabriu sexta (4), com artistas regionais na agenda.
Toda semana terá música de qualidade por lá. Na esquina da av 1º de maio com a rua Odilardo Silva – Trem.

 

  • Opção

Muitas casas abrindo espaço para a música regional amapaense. Os finais de semana estão recheados da boa música produzida aqui na nossa aldeia.

 

  • Miss Amapá

A modelo amapaense Tharcila Hellen, vai realizar o concurso “Miss Amapá Model 2018”, com mulheres de 16 a 26 anos de idade.
Data e local a definir, mas a Inscrições estão abertas. Informações 98135-6619 e 99132-5323.

 

  • “Indiera”

Título do novo projeto musical do poetinha Osmar Júnior, que já está sendo agendado para seu pré-lançamento.
Já estamos aguardando.


 
Compartilhe: