Eliakin Rufino: Um poeta cantador da Amazônia

Eliakin Rufino começou sua carreira artística nos anos de 1980 e tem seu primeiro livro publicado em 1984, Pássaros Ariscos.

Compartilhe:

Nascido em Boa Vista, capital do Estado de Roraima, em 27 de maio de 1956. Faz shows de música e poesia falada, com banda ou no formato voz e violão. Muitas são as atividades que desenvolve, entre elas está a de escrever, que considera uma das preferidas. Escreve textos curtos, gosta de texto conciso, da audácia, da síntese, de dizer com o mínimo de meios.

Eliakin Rufino começou sua carreira artística nos anos de 1980 e tem seu primeiro livro publicado em 1984, Pássaros Ariscos. Nesse mesmo ano com forte influência do Modernismo e do Tropicalismo, junto com os amigos Zeca Preto e Neuber Uchoa, criou o Movimento Roraimeira, que por quase duas décadas referenciou e revelou artistas nas artes plásticas, culinária, literatura, dança, fotografia e na música, contribuindo para a construção da identidade cultural de vozes e feições para o povo de Roraima, calcado, sobretudo, nos elementos da cultura e da paisagem natural existente na região.

Tem vários livros publicados, entre eles: Pássaros Ariscos (1984), Poemas (1987), Escola de Poesia (1990), Brincadeira (1991), Poeta de água doce (1993), Versão Poética do Estatuto da Criança e do Adolescente (1995), Poesia para ler na cama (1997), Poeta de Água Doce (1999). Tem também poemas publicados em antologias e sites de poesia nacionais e internacionais.
Além de escritor, ele é musico, cantor, compositor, filósofo, produtor cultural e jornalista.

 

  • Saudade

O mundo do samba ainda chora a morte de Beth Carvalho, a Rainha do Samba do Brasil, que muito fez e deixou um belo exemplo de amor ao samba.
Vai deixar muita saudade, mas suas canções acalantarão os corações dos sambistas.

 

  • Representante

Piratas Estilizados terá representante no concurso Pérola Negra, que vai acontecer dia 13 de julho na sede do Sindsep (Rodovia JK).
A jovem modelo, Gabrielly Dantas, de 18 anos de idade, será a candidata da família alaranjada.

 

  • “Festejo”

Nome da nova música do cantor e compositor amapaense, Bebeto Nandes, com temática e rítmica regional amazônica. Bela canção.

 

  • “Pássaros Noturnos”

Título da música de Enrico Di Miceli e do mineiro Caio Duarte, campeão do 1º Sescanta Amapá, há 15 anos.
A interpretação é da cantora amapaense Nel Pureza.

 

  • Livro

A Sociedade Bíblica do Brasil está lançando “Um dia de cada vez – Ajuda na recuperação da dependência química, livro de autoria de Erní Walter Seibert. (www.avast.com).

 

  • Forrozão

Dia 11 de maio vai acontecer a 19ª edição do Forrozão Simpatia da Juventude, na sede do Trem Desportivo Clube (av: Feliciano Coelho – Trem), a partir das 20h.
São 10 quadrilhas juninas na disputa do cobiçado título.

 

  • Talentando

Programa “O Canto da Amazônia” (Diário FM 90,9) está em busca de novos talentos em todos os segmentos artístico-cultural.
Entre em contato com a gente pelo email: heraldocalmeida@bol.com.br e 96 98132-8231 (whatsap).


 
Compartilhe: