Pela preservação do patrimônio histórico brasileiro

O PAC Cidades Históricas vai além da recuperação de monumentos e tem na preservação do patrimônio um de seus principais eixos indutores para a geração de renda, o desenvolvimento e a inclusão social, a integração e a afirmação da identidade cultural brasileira.

Compartilhe:

Criado para assegurar a preservação do patrimônio cultural do Brasil, o PAC Cidades Históricas integra o Programa de Aceleração do Crescimento e é fruto da preocupação do governo federal com os sítios históricos urbanos protegidos pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Coube à octogenária instituição, uma das mais respeitadas do País e a primeira na América Latina dedicada à proteção de bens materiais e imateriais, a concepção do programa, que hoje está em pleno andamento, por meio da cooperação e de parcerias com estados, municípios, universidades e outros órgãos federais.

O PAC Cidades Históricas vai além da recuperação de monumentos e tem na preservação do patrimônio um de seus principais eixos indutores para a geração de renda, o desenvolvimento e a inclusão social, a integração e a afirmação da identidade cultural brasileira. Ao todo, são 425 ações que vêm beneficiando sítios urbanos de relevância histórica e diversos bens que simbolizam a diversidade cultural do Brasil. O governo federal disponibilizou R$ 1,6 bilhão para as obras de restauração de edifícios e espaços públicos levadas a cabo pelo programa, que já está presente em 44 cidades de 20 estados do País. Trata-se do maior investimento em patrimônio cultural de nossa história.

Um dos diferenciais que tornam o programa ainda mais dinâmico e eficiente é o apoio aos estados e municípios para a contratação de projetos. Além disso, a execução é compartilhada – há ações sob responsabilidade dos governos estaduais, das prefeituras, de universidades federais e do próprio Iphan, que acompanha o andamento das obras e aprova os projetos e orçamentos.

Entre as regiões contempladas pelas ações do PAC Cidades Históricas, evidentemente, estão importantes municípios de Minas Gerais, como Belo Horizonte, Congonhas, Diamantina, Mariana, Ouro Preto, Sabará, São João del Rei e Serro. Em Congonhas, por exemplo, a restauração da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição será a 20ª obra concluída pelo programa. Além dela, estão em andamento na cidade a restauração da Basílica do Senhor Bom Jesus de Matozinhos, a requalificação da Alameda das Palmeiras e a construção do Parque Natural da Romaria. (www.cultura.gov.br).

 

  • Nacional

Quadrilha junina amapaense Guerreiros de Fogo, campeã do festival da Fejufap, já está em Brasília participando do concurso nacional.
A realização é da Confederação Nacional de Quadrilhas Juninas (Conaqj). Boa sorte.

 

  • The Voice

Amapaense, 19 anos, Alícia Sá, do município de Pedra Branca (AP), foi classificada no programa musical The Voice Brasil, de quinta (2).
Ela defendeu a música “When I Was Your Man”, de Bruno Mars, onde Lulu Santos e Ivete Sangalo viraram a cantor. Ela escolheu o time da cantora. Parabéns.

 

  • “Sou Pop”

Nome do show que a cantora amapaense Ariel Moura vai apresentar dia 11 de agosto, no Norte das Águas, Complexo Marlindo Serrano (Araxá), a partir das 10 da noite.
Informações: 98109-5560.

 

  • Cantador

Nonato Santos, o cantador da Amazônia, é autor da música “Canto do Urutaí”, que faz parte do disco (CD) “Quixote Caboco”. Bela canção.

 

  • Teatro

A Cia. Teatro Ribalta apresenta o espetáculo “Sujeira Nunca Mais”, neste sábado (4), no Garden Shoping, às 17h.

 

  • Agenda

Músico amapaense Tom Campos vai apresentar o projeto “Amapari Instrumental”, Sesc Amazônia das Artes, dia 7 de agosto, no Sesc Araxá, 21h. Entrada franca.

 

  • Verde Rosa

Maracatu da Favela vai lançar seu projeto para o carnaval 2019, dia 18 de agosto, na quadra da escola (av: Padre Júlio – Santa Rita), a partir das 21h.Direto do Rio de Janeiro, o cantor e compositor Rangel, além da apresentação da bateria da Verde Rosa, intérpretes, Mestre Sala e Porta Bandeira, projeto Samba e Pagode Anos 90 (Cafú Rota Samba e Josimar) e outras atrações. Informações: 99156-0227.


 
Compartilhe: