Agro

Estão abertas até o próximo dia 14 as inscrições para processo seletivo do curso técnico em agronegócio, ofertado pelo SENAR, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural. Para o Amapá estão sendo ofertadas 60 vagas e dois polos que funcionarão em Laranjal do Jari e em Itaubal do Piririm, respectivamente.

Compartilhe:

Estão abertas até o próximo dia 14 as inscrições para processo seletivo do curso técnico em agronegócio, ofertado pelo SENAR, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural. Para o Amapá estão sendo ofertadas 60 vagas e dois polos que funcionarão em Laranjal do Jari e em Itaubal do Piririm, respectivamente.

Brasília
Houve consenso entre os integrantes da Bancada Federal do Amapá no Congresso Nacional para a escolha do novo coordenador. O deputado André Abdon (PP) foi o escolhido, mas agora haverá rodízio anual do posto, o que evita maiores desgastes.

Articulação
No papel, o cargo de coordenador da bancada é para atuar junto à Comissão de Orçamento, mas na prática exerce uma liderança mesmo, convocando reuniões e articulando atuações em conjunto na capital.

Rodízio
Depois de Abdon, será a vez de Luiz Carlos (PSDB) que também é outro que retorna a Brasília este ano. Ele disse que não houve disputa, com todos concordando com o novo sistema e até assinando ata.

Câmara
Quem estreou em Brasília foi Leda Sadala, que é de Santana. Ela e Marcivânia, aliás, terão a missão de falar pelo segundo maior município do Amapá. Outros a debutar são Acácio, Aline e Camilo.

Polêmica
Por falar em Camilo, o socialista declarou ontem que do jeito que está, a proposta da reforma previdenciária não terá o seu voto. E mirou nos altos salários do Judiciário e Ministério Público.

Capacitação
Segundo o presidente da FAEAP (Federação de Agricultura e Pecuária do Amapá), o engenheiro agrônomo Iraçu Colares, o curso gratuito de técnico em agronegócio é uma grande novidade para se começar o ano, mas que vinha sendo detalhadamente negociada desde o final de 2018.

Parcerias
Os cursos foram viabilizados a partir de acordo de cooperação com as prefeituras, que além de cederem os espaços físicos estarão disponibilizando ainda equipamentos, acesso a Internet e mão de obra, como auxiliares escolares e pegagogos. As aulas serão semipresenciais, sendo 80% via internet e 20% aulas práticas.

Portal
O superintendente de aprendizagem rural falou sobre o curso de técnico em agronegócio, uma capacitação inédita que o Amapá está recebendo, e que vem num momento decisivo para a autoafirmação do agronegócio por aqui. A entrevista completa dele está em www.portaldoagro.com.


 
Compartilhe: