Artigos

Desdobramento da Lava Jato

Somente após a abertura de processo, os denunciados passarão à condição de réus. Enquanto não ocorrer o veredicto final, a presunção
de inocência estará presente.


Compartilhe:

 

A divulgação da lista contendo os nomes dos políticos que teriam recebido polpudas propinas do esquema montado com recursos da Petrobras, que está sendo investigado pela Operação Lava Jato, tornou insustentável a crise que já vinha colocando a governabilidade em xeque.

Sabendo-se que o pedido de investigação solicitado ao STF, pela PGR, está respaldado em depoimentos colhidos pela Operação Lava Jato, a abertura de processo contra os implicados ainda dependerá da denúncia do procurador geral da república, que será aceita ou não pelo STF.

Somente após a abertura de processo, os denunciados passarão à condição de réus. Enquanto não ocorrer o veredicto final, a presunção de inocência estará presente.

Com o fato de constarem da lista o senador Renan Calheiros, presidente do Senado, e o deputado Eduardo Cunha, presidente da Câmara, ambos do PMDB, a temperatura, que já estava em elevação, poderá atingir o grau máximo, no âmbito do Congresso Nacional, com reflexos negativos ao governo e outros setores da atividade pública.

O pronunciamento da presidente Dilma Rousseff, durante o horário do Fantástico da Rede Globo de Televisão, culpando a crise mundial pelos desacertos registrados no Brasil, e pedindo a paciência do povo, foi acompanhado por panelaços e manifestações de protestos em vários estados e no Distrito Federal.

Isso serve para mostrar o grau de inconformismo da população com o desastroso governo do PT. Resta, agora, a repetição do grito das ruas para dizer à Dilma Roussef que a paciência se esgotou.

 
Compartilhe:

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *