Artigos

Outubro rosa— Por que não perder a esperança?

Sérgio Figueira / Porta-voz das Testemunhas de Jeová no Amapá

Compartilhe:

O diagnóstico de câncer de mama traz a certeza da luta travada nos dias que se seguem, e para muitas mulheres, traz também sentimentos de desesperança.

“A angústia é pior do que o tratamento”. Essas palavras de Sandra, uma mulher diagnosticada com câncer de mama, refletem os sentimentos de muitas mulheres que enfrentam a mesma luta. Os avanços da medicina têm garantido tratamentos cada vez mais assertivos, mas manter a saúde emocional durante o processo pode ser tão desafiador quanto lidar com os possíveis efeitos físicos das terapias.

O diagnóstico de câncer de mama traz a certeza da luta travada nos dias que se seguem, e para muitas mulheres, traz também sentimentos de desesperança. Por isso, especialistas concordam que a atitude positiva do paciente é uma contribuição importante para o enfrentamento do câncer.

Até mesmo a Bíblia compara a esperança na mente de uma pessoa a uma âncora que mantém um navio estável ao enfrentar uma tempestade (Hebreus 6:19). A Bíblia também mostra quem é a fonte da verdadeira esperança: “Pois eu sei muito bem o que tenho em mente para vocês’, diz Jeová. ‘Quero que tenham paz, não calamidade. Quero dar a vocês um futuro e uma esperança”— Jeremias 29:11.

Com objetivo de ajudar as mulheres e familiares que enfrentam a luta contra o câncer, está disponível gratuitamente no site oficial das Testemunhas de Jeová, o JW.ORG, a revista Despertai! com o tema: “Esperança – Onde você pode encontrá-la”. Ela apresenta dicas sobre como ter uma atitude equilibrada, como combater o pessimismo e o poder da esperança genuína.

Certamente a esperança não é a cura do câncer, mas o bem-estar mental e emocional que ela produz pode ser um forte aliado para mulheres que estão nesta luta.

 

Veja o artigo completo no JW.ORG: Esperança — Onde você pode encontrá-la?

 

 

 

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *