Cidades

Alunos de 236 escolas da rede estadual vão fazer a avaliação nacional da educação básica

Período de provas inicia na segunda, 21 de outubro. Pela primeira vez, alunos do 2° ano do ensino fundamental vão prestar o exame.

Compartilhe:
Na edição 2019 do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), estudantes de 236 escolas da rede estadual de ensino do Amapá serão avaliados. Eles serão testado nas disciplinas de língua portuguesa e matemática. São estudantes do 5º e 9º anos do ensino fundamental, 3ª série do ensino médio no ensino tradicional e 4ª série do ensino médio no ensino integrado. Os dados obtidos serão utilizados para calcular o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

As provas serão aplicadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), no período de 21 de outubro a 1 de novembro, durante horário regular de aula. Além das escolas da rede estadual, participam 132 escolas municipais, 38 escolas particulares e 3 escolas federais.

Este ano, o sistema de avaliação traz novidades: pela primeira vez, estudantes do 2° ano do ensino fundamental poderão realizar a prova de língua portuguesa e matemática; e haverá aplicação da avaliação amostral de ciências da natureza e humanas para estudantes do 9° ano do ensino fundamental.

De acordo com a secretária adjunta de Política da Educação da Secretaria de Estado da Educação (Seed), Neurizete Nascimento, através dessas atualizações do Saeb, poderá ser feita uma análise mais detalhada da situação do ensino, com o objetivo de conhecer a realidade da educação do Amapá, e, assim, verificar quais as ferramentas pedagógicas que podem ser utilizadas nos resultados que servem para calcular o Ideb.

“Trabalhamos, sempre, com a importância da participação, pois, é através do Saeb que podemos definir as políticas públicas educacionais. Por esse motivo, devemos, sempre, enxergar a avaliação e o diagnóstico como instrumentos de transformação”, completa.

Além dos estudantes, diretores, secretários estaduais e municipais de Educação, professores ou auxiliares de sala da educação infantil também participarão da avaliação, respondendo a um questionário eletrônico, com questões objetivas e dissertativas.

Até 2018, o Ministério da Educação aplicava vários tipos de avaliações na educação básica: Prova Brasil, Saeb e Avaliação Nacional da Alfabetização (ANA). As provas tinham calendários diferentes, e avaliavam competências das mais diversas. A partir de 2019, essas três provas foram unificadas no Saeb, tornando-se o principal mecanismo de avaliação do MEC.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *