Cidades

Embrapa Amapá inaugura sistema para reaproveitar água em experimentos de aquicultura

A Embrapa Amapá inaugura nesta sexta-feira, 15/10, às 10 horas, na sede da instituição em Macapá (AP), uma unidade modelo para tratamento de efluentes (resíduos de ração e fezes) e sistema de recirculação de água para atender experimentos de cultivo de tambaqui, pirarucu, tracajá e camarão-da-amazônia. A estrutura foi custeada com recursos de emenda parlamentar da […]

Compartilhe:

A Embrapa Amapá inaugura nesta sexta-feira, 15/10, às 10 horas, na sede da instituição em Macapá (AP), uma unidade modelo para tratamento de efluentes (resíduos de ração e fezes) e sistema de recirculação de água para atender experimentos de cultivo de tambaqui, pirarucu, tracajá e camarão-da-amazônia. A estrutura foi custeada com recursos de emenda parlamentar da deputada federal Aline Gurgel (Republicanos/AP) no valor de R$ 80 mil.

O sistema é um modelo tecnológico inovador que utiliza, além da caixa de decantação, filtros mecânicos, filtros biológicos e filtros com leitos fluidizados, que aceleram o tratamento de efluentes da piscicultura nos experimentos. A estrutura servirá também como uma Unidade de Referência Tecnológica (URT) que será utilizada em eventos de Transferência de Tecnologias para os produtores de aquicultura e para os empreendedores do estado do Amapá que necessitem instalar um sistema de recirculação de água.

“Outro ponto importante do uso desta Unidade de Referência Tecnológica é no atendimento das demandas de práticas ambientalmente sustentável dos recursos naturais para utilização nas demonstrações aos estudantes de todos os níveis de escolaridades”, acrescentou o chefe-geral da Embrapa Amapá, Antonio Claudio Almeida de Carvalho, que receberá a deputada Aline Gurgel junto com a equipe técnica e de suporte.

 

No total, Aline Gurgel destinou R$ 200 mil para a Embrapa Amapá  

Esse investimento de Aline Gurgel representa uma virada de página no suprimento de água na Embrapa, destacou o chefe-geral. No galpão de cultivo de aquicultura da Embrapa Amapá são utilizados, em média, um volume diário de 100 mil litros de água. Esta demanda de água tornou-se um problema devido ao abastecimento originar de um único poço artesiano. Como a bomba era forçada a ficar ligada 24 horas, por causa da excessiva demanda, havia frequente queima deste equipamento e a consequente interrupção no abastecimento de água.

“Há muito tempo tentamos instalar esse sistema de recirculação de água, e felizmente conseguimos graças a esse recurso da emenda da deputada Aline Gurgel. Agora a água dos experimentos de organismos aquáticos não será mais jogada fora, passou a ser reutilizada a filtragem”, acrescentou Antonio Claudio Almeida de Carvalho. O valor total de recursos destinados pela deputada para a Embrapa Amapá é de R$ 200 mil, sendo R$ 80 mil para o sistema de recirculação de água e os demais recursos para aquisição de insumos e equipamentos da rotina da pesquisa agropecuária.

De acordo com o chefe de Transferência de Tecnologias da Embrapa, pesquisador Jô de Farias Lima, os benefícios desta tecnologia incluem desde a redução do consumo de água, melhor gestão de resíduos e reciclagem de nutrientes, manutenção da higiene e controle de doenças, controles biológicos e de poluição, até a integração de cultivos vegetais por fertirrigação ou aquaponia, melhorando a eficiência produtiva da propriedade aquícola, com isso minimizando o impacto ao meio ambiente.  “Este sistema possui capacidade de tratar cerca de 120 mil litros de efluentes por dia, totalizando aproximadamente 43 milhões de litros por ano”, detalhou Jô de Lima, responsável técnico do sistema.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *