Cidades

Mês do Júri no Amapá encerra com 67 processos julgados, diz presidente do Tribunal de Justiça

O percentual de êxito no mutirão chegou a 80% com destaque para quatro municípios

Compartilhe:

O Tribunal de Justiça do Amapá (TJAP) participou efetivamente do Mês Nacional do Júri, mobilização da Justiça que tem por objetivo intensificar os julgamentos de réus em crimes dolosos contra a vida. A pauta concentrada contou com a participação de todas as comarcas do Estado.

Dos 83 processos pautados, 66 júris foram realizados, com 40 condenações, 41 absolvições, sete desclassificações, oito sessões adiadas e redesignadas para o mesmo mês, nove sessões adiadas e redesignadas para outro mês além de nove sessões adiadas sem data para redesignação, com percentual de 80% de êxito no mutirão com destaques para as comarcas de Amapá, Laranjal e Vitória do Jari e 1ª Vara Criminal de Santana que realizaram 100% das sessões agendadas.

O presidente do Tribunal de Justiça do Amapá, desembargador João Lages, destaca que os números alcançados foram satisfatórios graças ao esforço concentrado de todos que contribuíram para a realização do mutirão.

“Agradeço imensamente a todos que fizeram esse evento acontecer, aos magistrados, aos promotores de Justiça, aos defensores públicos, servidores, jurados e colaboradores que atuaram no Tribunal do Juri”, retribuiu. Lages esclareceu ainda que “restaram 17 processos que não foram possíveis julgar, porém os motivos foram alheios à nossa vontade, mas serão julgados em uma data próxima”, finalizou.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *