Cidades

Professoras americanas vêm ao Amapá debater práticas restaurativas com o judiciário

As especialistas participaram de uma roda de conversas com magistrados, servidores e demais representantes do sistema de justiça.

Compartilhe:

O Tribunal de Justiça do Amapá (TJAP) recebeu na manhã desta terça feira (08), as professoras americanas Kay Pranis e Carolyn Boyes, referências mundiais em estudos sobre práticas restaurativas. As especialistas participaram de uma roda de conversas com magistrados, servidores e demais representantes do sistema de justiça.

Participaram do encontro o vice-governador do Amapá, Jaime Nunes, as deputadas estaduais Cristina Almeida e Edna Auzier, e representantes do Sebrae-AP e outras instituições públicas. O trabalho das pesquisadoras é inspiração base para o projeto “Círculos em movimento”, que foi lançado durante o seminário que acontece até esta quarta-feira (09) no Sebrae-AP.

O bate-papo foi aberto pelo presidente do TJAP, desembargador João Lages, contando ainda com a participação do presidente do Comitê de Práticas Restaurativas da Justiça do Amapá, desembargador Carmo Antônio de Souza, e da Juíza Nelba de Souza Siqueira, titular da 3ª Vara do Juizado Especial Cível Central da Comarca de Macapá.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *