Esportes

Após lesão e passagem apagada por Macapá, zagueiro tenta volta por cima em Portugal

Clodoaldo foi vice-campeão amapaense com o Macapá em 2017.

Compartilhe:

A carreira de um jogador de futebol é instável, podendo ir do “céu ao inferno” em questão de meses. Mas, em alguns casos, acontece o inverso, como a história do zagueiro Clodoaldo Oliveira, de 21 anos. Após uma passagem relâmpago no Macapá em 2017 e ter pensado em desistir do futebol, o defensor agora tentar dar a volta por cima na carreira na quarta divisão do Campeonato Português.

O zagueiro foi vice-campeão do estadual amapaense com o Macapá, mas não ficou no elenco que disputou a Série D do Brasileirão de 2018. Clodoaldo tentou ingressar na base do Remo, mas sofreu uma grave lesão na perna e parou de jogar futebol por meses. Ele conta que até pensou em desistir da carreira.

– Eu saí do Remo, rasguei minha perna e já queria desistir do futebol, estava até trabalhando [em outra área]. O presidente do Macapá [Edielson Costa] disse que iria me levar para a Série D, mas mudou o treinador e mudaram jogadores do elenco passado. Isso foi a gota d’água, porque nós jogadores roemos o osso e na hora do filé que era a Série D, muita gente ficou de fora. Isso me deixou um pouco abalado – contou o defensor.

Mas foi jogando uma pelada em Belém que Clodoaldo foi observado por um olheiro em novembro de 2017 e levado para Portugal, onde assinou por um ano com o União Torcantese, que disputa a terceira divisão do Campeonato Português. Recentemente, o zagueiro foi emprestado para o Atlético Clube Alcanenense, que está na quarta divisão.

– Eu demorei a me adaptar na Europa. Mas hoje estou melhor, fui titular nas últimas 10 partidas. Estou sempre evoluindo. Minha vida está mudando mais rápido do que imaginava – disse.

Clodoaldo já cumpriu cinco meses de contrato e afirmou que há propostas de times da primeira divisão portuguesa e de clubes até da Alemanha.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *